blended-learning

Blended learning: Entenda essa modalidade de ensino

Equipe TOTVS | GESTÃO PARA INSTITUIÇÕES DE ENSINO | 30 julho, 2020

O blended learning é uma modalidade de aprendizado híbrida que combina o ensino presencial com o ensino à distância. É um modelo de ensino que se torna cada vez mais popular devido às vantagens e facilidades que proporciona tanto para os alunos quanto para as instituições de ensino.

Veja no texto a seguir o que é blended learning, quais suas vantagens e como as instituições podem implementá-lo. Confira nosso artigo e saiba tudo sobre o tema.

Como funciona o blended learning?

Essa modelo de ensino híbrido visa combinar as práticas de aprendizado presencial com o à distância. Tem como meta aprimorar as duas maneiras de aprendizagem no ensino básico, fundamental e superior. 

Portanto, o aluno terá aulas em salas físicas, tendo contato presencial com o professor e seus colegas de turma, e também de forma virtual, por meio de aulas on-line em plataformas digitais. Por conseguinte, a união das vantagens desses dois métodos de aprendizagem maximiza o ensino.

Quais benefícios esse modelo oferece?

O B learning ou ensino híbrido passa a ser cada vez mais uma realidade que tem trazido muitos benefícios. As instituições que não implementarem essa tecnologia poderão ficar cada vez mais defasadas e não poderão oferecer recursos para que os alunos sejam inseridos no novo modelo de ensino que está se estabelecendo.

Essa é uma forma de flexibilizar a rotina do aluno e também dos professores. Veja a seguir os principais benefícios em implementar o blended learning na sua instituição de ensino:

Mais flexibilidade e comodidade 

Mesclar o ensino à distância com o presencial pode deixar a rotina de estudos mais leve, fazendo com que o aluno tenha mais comodidade para absorver o que está sendo ensinado. 

Em momentos que possa haver certa dificuldade em sair de casa ou se locomover, aderir ao estudo de forma remota pode ser uma solução mais adequada. Assim, não se perde o dia de aula e tanto professores quanto alunos podem seguir suas atividades de aprendizado.

Redução de custos

A instituição pode se surpreender com a redução de custos ao adotar a aprendizagem híbrida. Isso porque, nos dias em que alunos e professores estiverem realizando suas atividades de forma remota, serão economizados recursos como luz, água e outros materiais.

Será também uma oportunidade para a realização de manutenção, como as dedetizações obrigatórias, a limpeza mais eficiente do ambiente e outros processos como esses. Tudo isso sem prejudicar o estudo dos alunos e o trabalho dos profissionais de educação.

Emissão de documentos de forma digital

Ao adotar tecnologias como um sistema de gestão, também possibilita a emissão de documentos digitais relacionados a alunos e profissionais de educação. Tudo isso pode ser feito sem a necessidade de os pais ou responsáveis irem à instituição.

Há tecnologias que permitem também a realização de chamada de presença de forma virtual, além da implementação de uma secretaria digital, para que as atividades administrativas se mantenham normalmente.

Engajamento dos alunos

Outra vantagem em implementar aulas on-line na rotina de ensino é aproveitar recursos como webinars e gamification, que incentivam o aprendizado de uma maneira mais interativa e dinâmica.

O resultado disso é um maior engajamento por parte dos alunos, já que há uma quebra na rotina das aulas presenciais, que podem acabar se tornando massantes, acarretando inclusive na evasão escolar.

Nova call to action

Como implementar na sua instituição de ensino?

A instituição precisa se preparar antecipadamente para momentos desafiadores para que o ensino à distância seja a melhor alternativa. Isso evita a demora na resolução dos problemas e as quebras de contrato com os alunos. Ademais, evita-se também da perda de conteúdo e de qualidade nas aulas.

Os alunos de hoje já nasceram em uma era digital, por isso, adaptam-se mais facilmente a esse modelo de ensino remoto. E, para implementar o blended learning na sua instituição, é preciso que haja um bom planejamento. Veja algumas dicas a seguir:

Treinamento dos profissionais

O primeiro passo é treinar os professores com as ferramentas que serão usadas no ensino à distância. Todos os profissionais da instituição de ensino devem passar por esse treinamento para entender como as rotinas de trabalho funcionarão nos dias em que as atividades acontecerem de forma remota.

Adequação do equipamento

Também é preciso que a organização de ensino adéque os equipamentos para se preparar para essa nova modalidade de ensino. Isso significa incluir as tecnologias necessárias para fornecer uma estrutura eficiente de trabalho aos profissionais e de ensino aos alunos. Adotar um sistema de gestão educacional pode ser uma boa solução.

Implementação da secretaria digital

E, para que os processos funcionem plenamente, a adoção de uma secretaria digital é fundamental. Com ela, é possível utilizar assinaturas e certificados digitais e, assim, garantir a legalidade dos documentos. Implementando um sistema como esse, também é possível fazer um controle de documentos muito mais eficiente.

Entenda mais sobre o sistema de gestão educacional

O setor educacional está se modernizando de forma rápida, portanto, é essencial que as instituições de ensino acompanhem essa transformação digital e aproveitem seus benefícios. Para isso, é possível implementar um sistema de gestão educacional que automatizará processos, otimizando a administração.

Por esse motivo, é preciso conhecer as tecnologias disponíveis e saber como elas podem ajudar sua organização de ensino a ser mais eficiente. Entenda mais sobre como o software de gestão educacional funciona e o que ele pode proporcionar para a sua instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *