evasao-escolar

Como evitar a evasão escolar nas instituições?

Equipe TOTVS | GESTÃO PARA INSTITUIÇÕES DE ENSINO | 08 abril, 2020

Um dos grandes problemas das instituições de ensino é a evasão escolar. Seja devido à transferência para outras escolas ou por desistência, é preciso encontrar meios desse índice diminuir.

Essas medidas podem influenciar muito no desenvolvimento da instituição e na qualidade de todo o quadro de profissionais. Por isso, neste artigo falaremos mais sobre o que é evasão e as estratégias que podem ajudar a evitar esse problema na organização de ensino.

O que é evasão escolar?

O significado de evasão escolar indica abandono das instituições de ensino por parte dos alunos, ou trancamento de matrícula, no caso do ensino superior. Para as instituições privadas de ensino, isso também representa uma baixa nos lucros, já que o aluno ou os responsáveis deixam de pagar as mensalidades.

Por esse motivo, é fundamental que essas organizações tenham uma estratégia para evitar o problema e manter a qualidade no ensino. Afinal, as consequências da evasão escolar podem afetar profundamente a organização.

Causas prováveis da evasão escolar

Existem algumas razões que fazem com que o aluno abandone os estudos, seja na educação básica ou no ensino superior. Veremos a seguir as principais delas:

Contexto social

Uma das causas da evasão escolar é o contexto social em que aquela pessoa está inserida, principalmente quando se trata de crianças, que dependem dos pais para permanecerem na escola. Esse pode ser um fator determinante para o abandono.

Geralmente, o local onde vivem esses indivíduos também contribui para a desistência, no caso de escolas longe da moradia ou em condições desfavoráveis. Além disso, muitas vezes, não existe transporte escolar para essas crianças ou adolescentes.

Falta de interesse

O desinteresse pode causar a evasão escolar no ensino médio, quando os alunos já são mais velhos. Esse problema pode ser causado devido ao sistema ultrapassado de ensino da maioria das instituições. A falta de participação ativa dos alunos nas aulas, apenas ouvindo o professor, pode dificultar esse quadro.

O modelo tradicional de ensino pode fazer com que os alunos comecem a se afastar cada vez mais da sala de aula para buscar atividades mais interessantes. Primeiro são algumas faltas, que vão se tornando mais frequentes com o tempo, até chegar ao ponto da desistência completa.

Situação financeira

Em instituições particulares de educação, a evasão escolar pode ocorrer devido a uma mudança na situação financeira. É o caso de alunos do ensino superior que pagam os próprios estudos e perdem o emprego de forma repentina.

Já a evasão escolar no ensino fundamental pode ser ocasionada por uma mudança financeira dos pais, que não podem continuar pagando as mensalidades e manter o filho na escola.

Como evitar a evasão escolar nas instituições?

Conhecendo as causas e os dados sobre evasão escolar, fica mais claro quais as medidas que as instituições podem tomar para diminuir esse índice. Veja a seguir algumas dicas que podem ajudar:

Monitoramento de frequência

Fazer um acompanhamento mais próximo em relação à frequência dos alunos nas aulas pode ser de grande ajuda para evitar a desistência. Quando verificado que as faltas começam a se tornar mais frequentes, é preciso haver uma investigação para saber o porquê de isso estar acontecendo.

No caso da educação básica, é válido que o gestor da instituição ou outro profissional entre em contato com os pais ou responsáveis para identificar o problema daquele aluno.

Mudança no sistema de ensino

Vale também fazer uma análise para verificar se o sistema de ensino não está ultrapassado e gerando desinteresse. Pode ser o caso de reestruturar as aulas para que sejam mais atrativas e envolvam mais o estudante.

Atividades mais dinâmicas podem ajudar nesse caso, fazendo com que o aluno seja mais do que apenas um ouvinte. Desse modo, ele se torna parte ativa do aprendizado, desenvolvendo ainda mais suas habilidades.

Investimento em tecnologia

O investimento em soluções como aplicativos que ajudam a manter uma boa comunicação entre instituição, responsáveis e alunos pode ajudar muito para evitar esse problema, além de proporcionar muito mais mobilidade de acesso às informações.

Isso porque, atrás de comunicados, os pais ficam a par do que acontece na vida escolar dos filhos, assim como tem a possibilidade de se comunicar diretamente com os profissionais de educação.

Isso é crucial para que todos estejam na mesma página e possam monitorar a frequência do aluno, além de saberem sua situação acadêmica. Outra ferramenta que pode ajudar é o sistema de gestão escolar.

Nele fica armazenado todo o histórico do estudante, para que os professores tenham fácil acesso. Entenda mais sobre o sistema de gestão escolar e quais são as principais vantagens em implementar esse tipo de solução na sua instituição de ensino!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.