Receita Médica Digital: saiba o que é, como validar e vantagens

Equipe TOTVS | 08 setembro, 2021

A receita médica digital é uma solução que dá mais mobilidade na hora de prescrever medicamentos, seja para o paciente, como também para o médico. Trata-se da versão eletrônica da receita farmacêutica, um documento fundamental para conseguir medicamentos..

A receita médica digital permite que os médicos prescrevam com mais assertividade e precisão os medicamentos para seus pacientes.

Isso influencia não apenas na compra que o paciente fará na farmácia, mas influencia positivamente no seu tratamento.

Além disso, com o advento da tecnologia, a receita digital pode ser incorporada ao prontuário eletrônico do paciente, permitindo a visualização do histórico de receitas passadas.

Porém, esses são apenas alguns dos benefícios dessa inovação que já vem sendo implementada nas clínicas, consultórios e hospitais de todo o Brasil.

Que tal conhecer mais? Nesse conteúdo, vamos abordar de forma objetiva o que é, como funciona, como utilizar, quais as vantagens e como fazer uma receita médica digital.

Que tal seguir aprendendo sobre o tema aqui no blog da TOTVS? É só continuar a leitura!

O que é uma receita médica digital?

A receita médica digital é uma prescrição de medicamentos virtual, que pode ser enviada digitalmente aos pacientes via e-mail. A receita médica digital elimina a necessidade do papel, dando mais segurança à prescrição médica, tanto no quesito de clareza das informações, como na validade jurídica do documento.

Isso porque a receita digital é um documento com validade jurídica, que possui um certificado digital emitido pela ICP-Brasil.

A receita digital é criada em um sistema de gestão da saúde, que possui um módulo específico para tal.

Na prática, a receita médica digital é a versão moderna e digitalizada (e muito mais clara) das prescrições médicas físicas, em papel. 

Uma das principais vantagens que vale a pena abordarmos é a importância da receita médica digital em um cenário em que a telemedicina se popularizou. As pessoas não precisam mais ir até uma instituição de saúde para conseguir uma documentação que comprove a necessidade de um medicamento. 

É criada em um sistema inteligente, que auxilia no processo de prescrição, evitando inclusive erros de medicamentos e dosagens.

A receita médica digital só pode ser utilizada pela telemedicina?

Já não é segredo que as teleconsultas foram liberadas no Brasil pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), como uma medida para enfrentar a pandemia. Acontece, porém, que a receita digital não é utilizada apenas na ocasião de teleconsultas.

Se você precisar de um esclarecimento sobre o assunto, veja só:

Toda receita emitida em um tratamento de telemedicina deve possuir o certificado digital.

Essa foi uma resolução da Medida Provisória nº 983, que regulamentou as assinaturas eletrônicas como necessárias para configurar validade jurídica a esse tipo de documento.

Porém, respondendo a pergunta do tópico, a receita médica digital não serve apenas para as teleconsultas e telemedicina, mas para a medicina em geral!

Isso porque seus recursos, facilidades e benefícios impactam na atuação do próprio médico com o seu paciente e seu tratamento.

Além disso, os mecanismos inteligentes integrados ao receituário digital fornecem ao profissional de saúde as informações mais corretas sobre a composição da prescrição, facilitando seu ofício.

Nova call to action

O que é preciso para prescrever em uma receita médica digital?

Para emitir uma receita médica digital com validade jurídica e de acordo com os padrões de segurança exigidos, os médicos devem possuir um certificado digital emitido pela ICP-Brasil, bem como um sistema com módulo de receituário digital inteligente.

Além disso, o software escolhido deve seguir os modelos de prescrições predefinidos pelo CFM.

Vale também lembrar que existe uma maneira de emitir a receita digital pelo site do Conselho Regional de Medicina do seu estado.

No entanto, o sistema e a dinâmica de funcionamento mudam de local para local.

Você sabe o que é um certificado digital? É como a identidade digital de uma pessoa física ou jurídica no meio eletrônico.

Na prática, o certificado digital é um arquivo eletrônico anexado ao arquivo, documento ou mensagem enviada, composto por duas chaves criptográficas que garantem sua autenticidade, veracidade e segurança.

Validação da receita médica digital

A validação de uma receita médica digital pode acontecer através de um site criado pelo Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), em parceria com o CFM e o Conselho Federal de Farmácia (CFF), chamado de Validador de Documentos Digitais.

É uma plataforma que serve para que médicos, farmacêuticos e mesmo pacientes validem seus documentos digitais.

Aqui, não incluímos apenas as receitas digitais, mas relatórios médicos, solicitações de exames e mesmo atentados.

Para tanto, basta acessar assinaturadigital.iti.gov.br e fazer o upload do arquivo em PDF no próprio site.

O sistema vai, automaticamente, verificar se o CRM do médico responsável está ativo e ok, informando sobre a validade da receita médica digital ou do documento emitido pelo profissional de saúde.

Como fazer uma receita digital?

O processo de desenvolvimento da receita médica digital é, em geral, simples — especialmente se você estiver utilizando um sistema com receituário inteligente.

Funciona mais ou menos assim:

Após o diagnóstico do paciente, o médico acessa o módulo de receituário inteligente no sistema de gestão da instituição de saúde.

Uma vez lá dentro, ele rapidamente se encaminha para a página de criação da receita, digitando ou selecionando em um menu de opções o medicamento específico.

A receita é assinada eletronicamente no momento em que é gerada, protegendo-a contra acessos não autorizados e também garantindo sua validade jurídica.

Um detalhe que não pode ser ignorado é que o módulo de receituário digital inteligente oferece vários benefícios.

Um deles é contar com uma base com dezenas de milhares de medicamentos cadastrados, bem como estabelecimentos farmacêuticos.

Além disso, a receita médica digital fica vinculada ao prontuário eletrônico do paciente.

Você pode acessar o PEP para não apenas conferir prescrições passadas, mas também conferir detalhes específicos sobre cada paciente, como possíveis alergias a medicamentos específicos!

Qualquer medicamento pode ser prescrito por uma receita médica digital?

Não são todos os medicamentos que podem ser prescritos através da receita médica digital. Esse é um ponto essencial que a instituição, o médico e o paciente devem se atentar.

De acordo com regulamentação da Anvisa, medicamentos como talidomida e retinóides só podem ser prescritos em receitas físicas.

Porém, na receita digital, o médico pode prescrever medicamentos controlados específicos, como antidepressivos, anticonvulsivantes, ansiolíticos, controladores de hormônios e mesmo antipsicóticos.

Além disso, é permitido prescrever antimicrobianos em geral.

Quais as vantagens de utilizar receitas médicas digitais?

E agora que você conhece o que é e como funciona o processo de emissão de uma receita digital, sabe quais os principais benefícios de contar com essa inovação em sua instituição de saúde? Te contamos:

Redução de custos

É possível reduzir significativamente os custos com papéis timbrados só para apostar na receita médica digital.

Além disso, evita que a instituição e o médico sofra quaisquer penalidades por conta de equívocos relacionados à receita escrita à mão.

E claro, falamos de uma solução que otimiza o tempo do médico, permitindo que crie receitas elaboradas com alguns cliques, sem perder a qualidade na prestação do serviço e oferecendo um atendimento humanizado.

Menos erros

Um dos principais problemas das receitas escritas à mão é a ocorrência de erros — tanto por parte do médico, como de interpretação do paciente e dos farmacêuticos.

A receita médica digital evita essas situações e garante que o tratamento seja feito com precisão, do jeito que o profissional de saúde acredita ser o melhor.

Acessibilidade

Com o módulo de receituário digital, o médico tem acesso a um extenso banco de dados de medicamentos.

Isso não pode significar muito, mas pense que o sistema auxilia o médico a encontrar os medicamentos adequados para cada problema.

É possível contar com sistemas que tenham módulos de receita médica digital divididos por especialidades médicas, facilitando ainda mais o trabalho!

Como a tecnologia auxilia em processos médicos?

Como você percebeu, a tecnologia não apenas possibilita que os médicos digitalizem suas receitas, mas otimizem (e melhorem) todo seu atendimento.

Muito além do receituário digital, ao contar com uma tecnologia completa para sua instituição de saúde, você melhora cada aspecto da gestão.

Ou seja, mergulha de vez na saúde digital, melhorando o fluxo de processos internos e identificando ganhos em todas as áreas — não somente no atendimento aos pacientes — como no faturamento hospitalar, por exemplo!

Portanto, quando falamos de conquistar melhores resultados operacionais e estratégicos no setor de saúde, falamos na integração de tecnologias na gestão do negócio!

Tecnologias TOTVS para Saúde

A TOTVS possui os melhores sistemas de saúde para a sua instituição, integrando dados e oferecendo mais produtividade para a sua equipe.

Com as tecnologias da TOTVS para saúde, você tem em mãos sistemas diversificados (personalizados para diferentes operações, como cooperativas médicas, operadoras de planos de saúde, hospitais, centros clínicos e redes de clínicas) e completos!

Com isso, você  moderniza a administração da sua instituição, integrando setores e informações de modo que seu atendimento seja o mais ágil e eficiente possível, sendo capaz de  agilizar todas as frentes de atendimento e ter acesso às rotinas de cada setor, permitindo melhor controle das responsabilidades.

Além do atendimento, os sistemas  fortalecem o seu backoffice com um robusto módulo de gestão administrativa.

E claro: também contempla  o que há de mais moderno em receita médica digital, permitindo acesso a um banco de dados com mais de 60 mil medicamentos!

Que tal conferir mais sobre as tecnologias da TOTVS para instituições de saúde  e seus benefícios?

solução completa para instituições de saúde

Conclusão

Investir na implementação da receita médica digital na sua instituição de saúde pode ser um passo definitivo em direção à modernização da sua operação.

Neste conteúdo, te mostramos do que se trata essa tecnologia: o que é, como funciona, porque é segura e como implementar em sua clínica ou hospital!

Gostou de aprender? Esperamos que sim!

Para mais conteúdos que podem enriquecer a gestão do seu estabelecimento de saúde, continue de olho nas novidades do blog da TOTVS!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.