Transformação digital e sustentabilidade: qual a relação?

Equipe TOTVS | 27 outubro, 2022

Transformação digital e sustentabilidade são dois vetores de competitividade e crescimento empresarial no mundo atual dos negócios.

Como você já sabe, a jornada digital é um processo de transformação que, por meio da tecnologia, proporciona melhor desempenho e otimização dos processos empresariais. 

Mas onde entra a sustentabilidade? Nos dias de hoje, é preciso pensar em uma relação harmônica entre tecnologia e meio ambiente.

E, para compreender melhor esse questionamento, preparamos este artigo. 

Nele, falaremos sobre a preocupação em ter um negócio sustentável, sobre os impactos das tecnologias digitais no meio ambiente e muito mais.

Acompanhe!

Qual a relação entre transformação digital e sustentabilidade?

A transformação digital tem como objetivo fazer com que as empresas repensem seu negócio para a era digital, com foco no cliente, agilidade, entregas de qualidade e capacidade de adaptação às mudanças.

Na busca por soluções inovadoras capazes de gerar vantagem competitiva, a sustentabilidade tornou-se um fator relevante neste cenário.

Com a digitalização dos negócios e sua maior visibilidade, as empresas passaram a ter processos eficientes, automatizados e otimizados, o que permite a identificação de desperdícios.

Ou seja, a jornada digital pensada para não impactar negativamente o meio ambiente permite utilizar melhor os recursos, inclusive os ambientais, como água e energia elétrica.

Portanto, transformação digital e sustentabilidade andam juntas. A primeira está intimamente ligada à segunda. Afinal, processos mais eficientes e o uso de dados para tomada de decisão são fundamentais para as empresas alcançarem a sustentabilidade.

Nova call to action

Por que a sustentabilidade passou a ser uma preocupação para as empresas?

A sustentabilidade é um dos principais pilares para o crescimento econômico e social de uma empresa. E isso não é por acaso. 

Nos últimos anos, o tema ganhou força devido ao aumento da consciência ambiental e à crescente preocupação com o futuro do planeta.

Diante disso, as organizações têm buscado soluções para serem mais sustentáveis e estão cada vez mais conscientes dos impactos que podem causar no meio ambiente e na sociedade.

Soma-se a isto o fato de que empresas sustentáveis são vistas com bons olhos pelo mercado. A imagem positiva facilita a conquista de novos clientes e parceiros.

Negócios sustentáveis podem alcançar um status de reconhecimento do mercado a partir dos critérios ESG. Esse conjunto de boas práticas e padrões definem se a operação de uma empresa é sustentável, socialmente consciente e corretamente gerenciada.

Você sabia que existem mais de 500 fundos de índice focados em sustentabilidade somente nos EUA? De acordo com a Forbes, são mais de US$250 bilhões em ativos.

Esse é só um retrato de como o tema vem sendo tratado ao redor do mundo.

Portanto, a sustentabilidade passou a ser um fator de extrema relevância para as empresas, pois impacta diretamente na competitividade e no crescimento dos negócios, bem como em sua função social.

Transformação digital e sustentabilidade: as vantagens dessa conciliação para o negócio

A transformação digital está desempenhando um importante papel no desenvolvimento sustentável da sociedade. Mas e nos negócios?

Quais são as vantagens quando se pensa na conciliação entre tecnologia e meio ambiente e na sustentabilidade empresarial?

Proteção contra fraudes

A jornada digital proporciona uma maior segurança nos processos da empresa. Isso porque os sistemas digitais geralmente são mais robustos e seguros do que os processos manuais.

Quando ocorre a desmaterialização dos documentos (migração do papel para o digital), os gestores conseguem garantir a segurança da informação de forma mais efetiva.

A combinação de um ERP com um sistema de assinatura eletrônica, por exemplo, evita as práticas fraudulentas.

E processos mais seguros significam menor desperdício de recursos e atendimentos aos critérios de governança.

Ganhos em produtividade 

Como a tecnologia ajuda na sustentabilidade? Por meio de processos mais eficientes e automatizados, que tendem a ser mais produtivos.

Isso significa que as empresas podem alcançar melhores resultados com menos esforço e recursos.

Novamente, tome como exemplo uma plataforma de assinatura digital. Bastam poucos minutos e alguns cliques para que partes situadas em lugares diferentes assinem um documento.

Além de aumentar a produtividade dos envolvidos, ela promove a redução de custos com material de escritório (em especial papel), deslocamento (redução nas emissões de gases) e custos com registro em cartório.

Economia de custos

A relação entre transformação digital e sustentabilidade é também positiva pela redução de custos.

Processos digitais eficientes costumam ser mais baratos do que os processos manuais, pois otimizam o trabalho e diminuem a incidência de erros.

Liberação de espaços físicos da empresa

A digitalização de processos permite liberar espaços físicos que antes eram ocupados por arquivos e papéis. A adoção do home office é um ótimo exemplo disso.

E essa liberação de espaço físico tem relação direta com a sustentabilidade, pois as empresas conseguem diminuir seu consumo de energia e água.

Diminuição do uso de papel e de impressoras 

Outra vantagem que evidencia como a tecnologia ajuda na sustentabilidade é a diminuição do uso de papel e de impressoras.

As empresas que digitalizaram seus processos não precisam utilizar o volume de material de escritório que antes utilizavam. A impressão de documentos ocorre apenas quando é realmente necessário.

Com isso, contribuem para a economia de recursos naturais que estão cada vez mais escassos, como a água.

Tomadas de decisão mais estratégicas

Empresas que implementam a jornada digital conseguem tomar decisões mais estratégicas. Com o acesso a um maior número de dados, elas podem analisá-los e interpretá-los para obter insights de negócios.

Essas decisões são importantes para um modelo de negócios mais sustentável e que atende aos critérios ESG, pois permitem que as empresas otimizem seus processos e diminuam seu impacto no meio ambiente.

Os impactos das tecnologias digitais no meio ambiente

A relação entre transformação digital e sustentabilidade fica cada vez mais clara quando pensamos nos impactos das tecnologias no meio ambiente.

A desmaterialização provocada pela jornada digital, como acabamos de ver, promove a redução de custos, a prevenção à fraude e os ganhos em produtividade.

Em relação ao meio ambiente, vemos a melhor utilização de recursos, como água e energia elétrica, e a redução na emissão de resíduos ao prescindir do uso de espaços físicos.

A redução do uso de papel também é um dos impactos das tecnologias digitais no meio ambiente, e alguns dados mostram a importância dessa ação:

  • 93% do papel vem de árvores;
  • Metade do desperdício de empresas é composto por papel;
  • Uma folha de papel requer de 2 a 13 litros de água (dependendo da usina).

Ampliando a visão para além do ambiente corporativo, é possível entender como a tecnologia ajuda na sustentabilidade. Veja:

  • As casas inteligentes otimizam o consumo de energia elétrica;
  • Existem tecnologias de monitoramento do clima urbano, poluição sonora e do ar;
  • Os sistemas inteligentes de transporte orientam o tráfego pelas cidades para reduzir as emissões.

Esses são alguns impactos das tecnologias no meio ambiente que trazem benefícios para as empresas e para a sociedade como um todo.

Mas há também desvantagens, como o aumento de lixo eletrônico diante das constantes novidades de dispositivos móveis e outros equipamentos.

De acordo com pesquisa da Organização das Nações Unidas (ONU), somente 3% do lixo eletrônico da América Latina é descartado corretamente. 

Portanto, as organizações devem organizar seus processos para que a produção e a entrega de bens ou serviços não prejudique o meio ambiente.

Para tanto, existem algumas tecnologias que auxiliam neste processo.

7 tecnologias que promovem a sustentabilidade nas organizações

As disrupções e os avanços tecnológicos podem apoiar gestores a promover a sustentabilidade nas organizações.

Tecnologias como computação em nuvem, inteligência artificial e big data trazem mudanças fundamentais que resultam na criação de oportunidades adicionais de melhoria no ambiente corporativo.

A seguir, explicamos como a tecnologia ajuda na sustentabilidade a partir da ótica de cada uma delas.

1. Cloud computing

A computação em nuvem é a tecnologia de base da digitalização de um negócio. Com ela, é possível transferir dados e sistemas para a nuvem, o que viabiliza a operação empresarial no ambiente digital.

Seja no armazenamento ou no processamento, o objetivo da cloud computing é permitir o uso de processos internos digitais ao invés de processos manuais.

Na prática, isso significa otimizar os recursos humanos e físicos, como dispensar salas para armazenar arquivos e reduzir o uso de papel.

2. Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial é uma das tecnologias mais presentes nas empresas que passaram pela transformação digital, pois seu foco é melhorar a eficiência operacional das organizações.

Ela pode se integrar a diversas ferramentas com um resultado bastante semelhante: aumentar a produtividade, auxiliar na tomada de decisões mais sustentáveis, reduzir os gastos com energia e o consumo de papel.

Agricultura de precisão, logística reversa, redes de energia distribuída limpa e cadeias de suprimentos sustentáveis são alguns exemplos de aplicações da IA neste sentido.

3. Impressão 3D

A relação entre transformação digital e sustentabilidade também pode ser melhor vista com a impressão 3D.

Essa tecnologia permite a transformação de objetos em três dimensões, utilizando apenas uma pequena quantidade de matéria-prima. 

Além disso, a impressão 3D é uma tecnologia limpa, pois não gera resíduos durante a produção e reduz o consumo de materiais e de energia.

Ela pode ser utilizada na fabricação de bens físicos em lotes de qualquer porte, ou de peças de reposição com grande exigência, por exemplo.

4. Internet das Coisas

A Internet das Coisas (IoT) é uma tecnologia que está sendo cada vez mais utilizada para promover a sustentabilidade nas organizações, pois possibilita o gerenciamento e a coleta de dados que tornam os processos mais eficientes.

Suas soluções podem ser aplicadas às redes e aos ativos empresariais para obter uma economia significativa de tempo e custo.

Dois exemplos que demonstram os benefícios da IoT para a sustentabilidade são:

  • Melhoria do gerenciamento de recursos ao adaptar equipamentos com sensores que indicam para a manutenção preventiva;
  • Aumento da eficiência energética ao ligar e desligar luzes e ar-condicionado conforme a ocupação do edifício ou outros critérios.

5. Big Data 

O Big Data tem transformado a forma como as organizações lidam com os dados. E como a tecnologia ajuda na sustentabilidade?

Ela permite que as empresas identifiquem e analisem grandes volumes de informações, o que gera insights que possibilitam tomar decisões mais estratégicas e sustentáveis.

Isso significa reduzir desperdício de materiais, energia e outros recursos, tornar a produção mais eficiente e menos impactante ao meio ambiente, e aproveitar melhor os recursos naturais.

Confira outras vantagens que o Big Data traz quando o assunto é sustentabilidade empresarial:

  • Desenvolvimento de produtos e serviços sustentáveis: a análise de dados possibilita o desenvolvimento de produtos e serviços mais sustentáveis, atendendo às crescentes demandas do mercado por produtos e serviços ecologicamente corretos.
  • Rastreio do caminho do produto após a venda: a tecnologia permite uma melhor compreensão sobre como os consumidores lidam com seus produtos após a venda e se há ações relativas ao “mercado secundário” (reparos, peças de reposição ou modificações).

6. Blockchain

A tecnologia blockchain pode ser usada em diversos aspectos que promovem a sustentabilidade dentro de uma empresa, tais como:

  • Monitorar ativos ambientais e a rede elétrica comercial para garantir que estes sejam usados de forma sustentável;
  • Promover a transparência e a integridade nos processos de gestão ambiental, o que leva à maior eficiência na alocação de recursos.

Ela é uma solução que potencializa a segurança das transações e a privacidade do usuário, o que também contribui para atender aos critérios ESG.

7. Assinatura eletrônica

Trocar a assinatura manual pela assinatura eletrônica significa digitalizar um dos processos burocráticos de uma organização.

Na prática, significa reduzir o uso de papel ao trocar documentos digitais, economizar recursos e ter maior segurança jurídica nas transações. 

Como consequência, a empresa reduz seus impactos negativos no meio ambiente (custos com impressão e emissão de gases pelo deslocamento) com a digitalização do processo de assinatura. 

Está procurando uma ferramenta desta natureza? Conheça o TOTVS Assinatura Eletrônica.

Conheça a solução TOTVS Assinatura Eletrônica

O gestor que deseja otimizar processos internos ou atender melhor seus clientes utiliza diversas tecnologias. E uma dessas soluções é o TOTVS Assinatura Eletrônica!

A ferramenta auxilia as organizações a transformarem seus processos de assinatura de contratos ao eliminar a necessidade do uso de papel e reduzir o tempo gasto com esse tipo de tarefa. 

Além da facilidade e agilidade para a assinatura de documentos, a solução oferece segurança jurídica, já que todos os contratos ficam armazenados em um ambiente seguro e com acesso restrito.

Experimente grátis por 30 dias o TOTVS Assinatura Eletrônica!

Conclusão

O processo de transformação digital e a sustentabilidade podem e devem andar juntos. 

Empresas que conduzem sua jornada com essa filosofia, que se preocupa em ser economicamente viável e socialmente responsável, têm potencial para alcançar uma vantagem competitiva.

Atualmente, a tecnologia está sendo cada vez mais utilizada nas organizações para melhorar a gestão de processos e torná-los mais sustentáveis.

Os impactos das tecnologias digitais no meio ambiente podem ser muito positivos, como é o caso da cloud computing, da Internet das Coisas e da assinatura eletrônica.

Elas criam novas oportunidades para as empresas tornarem seus modelos de negócios mais eficientes, utilizando menos recursos e produzindo menos resíduos. 

Confira nosso guia sobre desenvolvimento sustentável para líderes de negócios!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.