O que é desenvolvimento sustentável? Guia completo para líderes de negócios

Equipe TOTVS | 02 setembro, 2022

O que é desenvolvimento sustentável? Trata-se de um aspecto essencial para o presente e para o futuro da sociedade como um todo. Empresas, pessoas e governos devem não apenas conhecer o conceito, como praticá-lo diariamente.

Já não é novidade que os efeitos do aquecimento global, bem como da exploração desenfreada dos recursos naturais, causaram seus impactos por todo o mundo.

O grande problema é que a evolução dessa condição só tem a prejudicar o desenvolvimento da sociedade e a preservação do meio ambiente.

Aqui, entra um porém: a economia nos moldes atuais é baseada em um modelo de produção em massa, que extrai e utiliza matérias-primas em processos industriais.

Ou seja, fomentar o desenvolvimento com sustentabilidade, é uma questão de mudar a forma como as coisas são feitas. 

Esse conceito, portanto, trabalha uma mudança de cultura, mindset e práticas, movido por novas e inovadoras tecnologias, bem como pelo anseio ao aprendizado de novas técnicas.

Que tal entender o que é desenvolvimento sustentável? Neste guia completo, você vai aprender mais sobre o conceito, seus princípios, objetivos e passos para alcançá-lo. Vamos lá?

O que é desenvolvimento sustentável?

Afinal, o que é desenvolvimento sustentável? Na teoria, é um modelo que abrange as esferas pessoais, empresariais e governamentais, que procura atender às necessidades do presente sem comprometer o futuro.

Essa é, basicamente, a definição dada pela ONU, a Organização das Nações Unidas.

Isso significa se desenvolver de forma economicamente viável, socialmente justa e ambientalmente responsável. 

Atualmente, o desenvolvimento com sustentabilidade é uma das principais preocupações dos governos, das empresas e da sociedade em geral.

Enquanto o mundo enfrenta desafios cada vez maiores relacionados à escassez de recursos naturais, à mudança climática e à pobreza, esse é um tema que se tornou cada vez mais urgente. 

Quando esse conceito passou a ser discutido?

Agora que você sabe o que é desenvolvimento sustentável, vale entender sua origem.

Esse é um conceito relativamente recente, que surgiu nos anos 1970 com o aumento da consciência global sobre as questões ambientais.

Isso aconteceu após a publicação do livro “Limits to Growth”, que apresentava um modelo matemático que previa o esgotamento dos recursos naturais até 2100.

No entanto, a ideia de desenvolvimento com sustentabilidade empresarial remonta às discussões sobre o desenvolvimento econômico desde meados do século 20.

A relevância, porém, veio com a realização das pessoas, empresas e governos de que a forma como se vivia (e se vive até hoje) não é sustentável no longo prazo.

Ou seja, o consumo de recursos estava acontecendo muito mais rapidamente do que a capacidade de reabastecê-los.

Porém, como você viu, existem vários grandes nomes por trás do conceito atual, como a ONU.

No caso desta, o conceito foi elaborado em 1983, a partir da criação da Comissão Mundial das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

Ao público, a apresentação aconteceu em 1987, em Estocolmo, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente.

Posteriormente, o conceito serviu de base para a ECO-92, bem como para a COP-15 e COP-21, que são conferências voltadas à discussão das mudanças climáticas.

Qual é a importância do desenvolvimento sustentável?

Ao entender o que é desenvolvimento sustentável, é preciso também conhecer seus três pilares: meio ambiente, economia e sociedade. A relação entre esses pilares é conhecida como o desenvolvimento triple bottom line

O termo se refere à ideia de que as organizações devem medir e reportar seus desempenhos não apenas em termos financeiros, mas também em termos ambientais e sociais.

A relação entre os três pilares da sustentabilidade pode ser representada por um triângulo equilibrado.

Cada pilar tem um impacto sobre os outros dois e todos os três juntos formam o conceito do que é desenvolvimento sustentável.

Se a relação lembrou do ESG, um conjunto de diretrizes utilizadas pelo mercado financeiro como termômetro para investimento em empresas, saiba que você pensou corretamente.

Afinal, falamos da base do ESG.

Desde então, o conceito de desenvolvimento com sustentabilidade tem sido adotado por governos, organizações e indivíduos em todo o mundo como um guia para as suas ações na busca de um futuro melhor para todos.

Seguir os objetivos definidos pela ONU, por exemplo, pode ajudar países e continentes inteiros a mudar o padrão de consumo que surgiu com a Revolução Industrial.

Com isso, há a esperança de que os efeitos do aquecimento global recuem, que a fome e a pobreza sejam erradicados e que o meio ambiente seja preservado.

Conheça os princípios do desenvolvimento sustentável

Como mencionamos, o desenvolvimento baseado na sustentabilidade foi definido sobre três pilares principais. Ou seja, para alcançar esse patamar, é necessário ser bem-sucedido nos seguintes aspectos:

Sustentabilidade ambiental

A sustentabilidade ambiental é o pilar do desenvolvimento com sustentabilidade que tem como objetivo principal a proteção do meio ambiente e dos recursos naturais.

Essa preocupação tem se intensificado nos últimos anos devido ao crescente impacto ambiental causado pelas atividades humanas.

O pilar visa minimizar o impacto negativo de nossa atuação, ao preservar os recursos naturais e garantir o bem-estar das gerações presentes e futuras.

Para isso, é necessária a adoção de medidas de conservação e de gestão sustentável dos recursos naturais.

Só assim será possível alcançar o equilíbrio entre o desenvolvimento urbano e industrial e a manutenção da qualidade ambiental.

Sustentabilidade econômica

A sustentabilidade econômica é um conceito que está cada dia mais em evidência. Trata-se de um modelo de crescimento econômico que busca conciliar o aumento da produção e do consumo sustentável com a preservação do meio ambiente. 

Dentro desse contexto, a sustentabilidade econômica é um dos pilares do desenvolvimento sustentável.

Isso significa que ela é uma condição indispensável para que o modelo como um todo funcione.

Afinal, sem uma economia forte, será impossível alcançar os objetivos de proteger o meio ambiente e promover o bem-estar social.

Assim, o pilar engloba diversas dimensões, como a gestão responsável dos recursos naturais, a luta contra as desigualdades sociais e a promoção do crescimento econômico sustentável.

Sustentabilidade social

A sustentabilidade social é o terceiro pilar do desenvolvimento com sustentabilidade, que surge como uma resposta ao desequilíbrio do modelo de crescimento econômico vigente.

Esse modelo é insustentável porque explora excessivamente os recursos naturais, ou seja, está totalmente alheio às leis da natureza.

O pilar da sustentabilidade social visa à promoção do bem-estar social, da justiça e da igualdade, de modo a garantir os direitos humanos de todos, sem distinção.

Trata-se de um conceito abrangente que engloba questões relacionadas à saúde, educação, trabalho, moradia, proteção ao meio ambiente e a outros temas relevantes para o bem-estar das pessoas.

É importante destacar que a sustentabilidade social não se limita à dimensão material da vida das pessoas, mas também engloba aspectos culturais e espirituais.

Esse é um conceito dinâmico que deve ser constantemente revisitado e aprimorado à medida que as sociedades evoluem.

Um panorama sobre o desenvolvimento sustentável no mundo

Ao entender o que é desenvolvimento sustentável, podemos então afirmar que não é uma ideia nova. Por isso, em vários países, diferentes indústrias e múltiplas nações, o conceito já é praticado de várias maneiras.

No Brasil, por exemplo, existe a garantia no artigo 225 da Constituição Federal:

“Todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao poder público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.”

Nesse sentido, é possível resgatar vários exemplos do que é desenvolvimento sustentável e como ele é aplicado no Brasil.

Um deles é a própria Usina Hidrelétrica de Itaipu, que é responsável por produzir energia limpa e renovável.

Sua contribuição é enorme, já que apenas a indústria brasileira responde por quase 40% da eletricidade consumida no país, de acordo com dados do próprio governo.

Além disso, há o Projeto Prosamim, que desenvolve soluções para a recuperação de áreas degradadas, bem como o Programa Nacional de Produção e Uso Sustentáveis do Biodiesel (PNPB), que incentiva a produção de biodiesel de forma sustentável.

Já nos Estados Unidos, o programa Liderança em Energia e Design Ambiental (LEED) incentiva os participantes do setor de Construção a projetar e construir edifícios com eficiência energética e ambientalmente corretos.

E claro, sem esquecer do Energy Star, um programa que ajuda empresas e consumidores a economizar dinheiro e proteger o meio ambiente, identificando produtos com eficiência energética.

Na Europa, por sua vez, o Eco-Management and Audit Scheme (EMAS) é um programa voluntário que ajuda as empresas a avaliarem e melhorarem seu desempenho ambiental.

E o European Union Emissions Trading System (EU ETS) é um sistema baseado no mercado que visa a reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

São alguns poucos, mas suficientes exemplos do panorama atual.

Quais os principais Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)?

Em 2015, todos os países participantes da ONU aderiram aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, um programa de metas que tem como objetivo resolver vários problemas atuais, que ameaçam a continuidade da sociedade.

Trata-se de um plano de ação para lidar com os principais desafios globais do nosso tempo, tais como a pobreza, a fome, a desigualdade, as mudanças climáticas e a erosão do meio ambiente.

A lista tomou forma ainda no começo do milênio e foi implementada no meio da década de 2010, com prazo de implementação para 2030.

Ao todo, a ONU definiu em Assembleia Geral cerca de 17 objetivos, divididos em três seções: pessoas, planeta e prosperidade.

Pessoas

  • Erradicar a pobreza;
  • Erradicar a fome;
  • Saúde de qualidade;
  • Educação de qualidade.

Planeta

  • Igualdade de gênero;
  • Água potável e saneamento;
  • Energias renováveis e acessíveis;
  • Trabalho digno e crescimento econômico;
  • Indústrias, inovação e infraestruturas;
  • Redução das desigualdades;
  • Cidades e comunidades sustentáveis.

Prosperidade

  • Consumo e produção responsáveis;
  • Ação contra a mudança global do clima;
  • Vida na água;
  • Vida terrestre;
  • Paz, justiça e instituições eficazes;
  • Parcerias e meios de implementação.

Como o desenvolvimento sustentável pode beneficiar sua empresa?

A sustentabilidade é uma palavra que está ganhando muita força nos últimos anos, especialmente nas empresas.

Mas o que isso realmente significa? Em suma, a sustentabilidade corporativa é o desenvolvimento econômico, social e ambientalmente consciente de uma organização.

Isso significa desenvolver produtos e serviços que, parafraseando o conceito já apresentado, “atendam às necessidades das gerações presentes sem comprometer as necessidades das futuras gerações.”

Mas, e na prática, o que isso significa para um negócio?

Em primeiro lugar, desenvolver produtos e serviços sustentáveis ajuda a reduzir custos operacionais.

Por exemplo, uma empresa que investe em energia solar pode reduzir de forma significativa seu consumo e, com isso, a conta.

A médio e longo prazo, falamos de uma economia e tanto!

Além disso, as empresas sustentáveis tendem a ser mais resilientes às mudanças climáticas e outros problemas ambientais, pois são projetadas com esses desafios em mente.

Por fim, as organizações sustentáveis também tendem a ser mais atraentes para os talentos.

Afinal, é cada vez maior o anseio da nova geração em trabalhar para marcas que tenham como missão fazer a diferença no mundo. 

Inclusive, um dado que atravessou o mundo nos últimos anos foi de que uma grande fatia (40%) dos millennials aceitariam trabalhar com salários menores, desde que a empresa fosse ambientalmente responsável, conforme noticiou a Fast Company.

Além disso, negócios engajados com questões ambientais, sociais e econômicas podem aproveitar de benefícios fiscais concedidos pelo governo, como forma de incentivo.

Ou seja, investir em desenvolvimento com sustentabilidade pode trazer benefícios significativos para sua empresa a curto, médio e longo prazo.

O que fazer para alcançar o desenvolvimento sustentável?

Agora, como a sua empresa pode trilhar o caminho do desenvolvimento com sustentabilidade? Separamos algumas dicas para simplificar o entendimento deste processo, veja só:

Melhor aproveitamento das matérias-primas

Em primeiro lugar, é importante reduzir o desperdício de matérias-primas no fluxo produtivo.

Qualquer matéria-prima que seja descartada antes de chegar ao consumidor final representa um desperdício e uma perda para a empresa, inclusive financeira.

Por isso, é importante rever os processos produtivos e identificar quais são as fontes de desperdício para poder corrigi-las.

Além disso, busque alternativas para reutilizar ou reciclar as matérias-primas que não podem ser evitadas.

Gestão de resíduos

Outro ponto importante na promoção do desenvolvimento sustentável de uma empresa é investir em melhores práticas de gestão de resíduos, a fim de reduzir o impacto ambiental do descarte de componentes utilizados.

Atualmente, muitas empresas simplesmente descartam seus resíduos em aterros sanitários. Ali, os componentes podem levar centenas ou milhares de anos para se decompor.

Em vez disso, as empresas deveriam procurar investir em métodos de gerenciamento de resíduos que sejam mais sustentáveis, como a incineração ou compostagem.

Redução de desperdícios

Além disso, o desenvolvimento com sustentabilidade em um negócio não se faz sem a redução de desperdícios, seja no chão de fábrica ou no backoffice. 

Na verdade, toda a empresa deve trabalhar em conjunto para encontrar maneiras de reduzir o desperdício e aumentar a eficiência.

Uma maneira de fazer isso é usando a tecnologia para automatizar processos que atualmente são feitos manualmente.

Isto não só economiza tempo e dinheiro, mas também reduz as chances de erro humano, o que muitas vezes pode levar ao desperdício.

Uso de fontes de energia renováveis

Uma atitude extra que pode ser desempenhada nas empresas, a fim de promover o desenvolvimento sustentável, é o uso de fontes de energias renováveis,  não apenas para dar poder à empresa, mas também como uma forma de economizar dinheiro a longo prazo.

Em muitos casos, as fontes renováveis de energia são inicialmente mais caras do que as fontes tradicionais, como carvão ou petróleo.

Entretanto, com o tempo, elas se tornam mais baratas e podem até mesmo ajudar a organização a ganhar dinheiro vendendo o excesso de energia de volta para a rede.

Reaproveitamento da água

O reaproveitamento de água é um ponto importante para desenvolver a empresa de modo sustentável. Essa prática tem alto potencial de economia.

É importante buscar maneiras de reutilizar a água utilizada em diferentes processos da empresa, tais como nas torres de resfriamento ou nas tecnologias de irrigação das plantas em áreas de reflorestamento.

Ações de reflorestamento

Outra atitude bem vista é investir em ações de reflorestamento, uma vez que o plantio de árvores pode ajudar a compensar o dióxido de carbono emitido pelas atividades da empresa.

Além disso, o reflorestamento também pode ajudar a melhorar o meio ambiente local e criar novos habitats para a vida selvagem.

Redução da emissão de gases de efeito estufa

É necessário reduzir a emissão de gases de efeito estufa, que é uma das principais causas do aquecimento global.

As empresas podem fazer isso investindo em tecnologias energeticamente eficientes e utilizando fontes de energia mais limpas.

Economia circular

A economia circular também deve ser estruturada, o que significa que a empresa precisa utilizar materiais reciclados em seu processo de produção e ao longo de toda cadeia de suprimentos, contribuindo assim para a redução da poluição ambiental.

Investimento em tecnologia e inovação

Por fim, o desenvolvimento com sustentabilidade só é bem-sucedido com investimento em tecnologia e inovação, o que permite o desenvolvimento de produtos e processos mais eficientes e ambientalmente corretos.

Sistemas de gestão da TOTVS

A gestão empresarial tem por finalidade tornar uma empresa mais competitiva no mercado, ou seja, administrar de forma eficaz todos os recursos disponíveis na organização para atingir os objetivos propostos, como o desenvolvimento sustentável.

Os sistemas de gestão TOTVS é uma solução completa que ajuda a automatizar e otimizar os processos internos das empresas, desde a captura de dados até a análise e tomada de decisões.

Com ele, você tem maior controle sobre as atividades da companhia e monitoramento dos resultados obtidos ao longo do tempo. 

Implementar os sistemas de gestão da TOTVS é uma ótima opção para aquelas empresas que buscam um futuro de desenvolvimento sustentável, pois trata-se de ferramentas indispensáveis para quem deseja alcançar um novo patamar.

Confira as opções e entenda os benefícios dos sistemas de gestão TOTVS!

Conheça também: TOTVS Assinatura Eletrônica

O TOTVS Assinatura Eletrônica é um sistema que contribui para a agilidade na troca de documentos e reduz o uso e desperdício de papéis.

A plataforma substitui o uso físico dos papéis e possibilita a assinatura de contratos, faturas e outros documentos da sua empresa de forma eletrônica, rápida e segura.

Que tal entender como funciona e como pode ajudar seu negócio? Confira mais sobre o TOTVS Assinatura Eletrônica e aproveite o trial gratuito de 30 dias!

Nova call to action

Conclusão

Entender o que é desenvolvimento sustentável é essencial para todos, não apenas empreendedores e líderes de negócio.

Porém, no caso de quem está à frente de empresas, conhecer tudo sobre o tema é determinante no estabelecimento de boas práticas e culturas voltadas à sustentabilidade.

Muito mais do que um tema voltado para sanar pequenos problemas no presente, ele se destina a salvar o futuro das próximas gerações.

E sua empresa, está empenhada nessa missão?

Conte com as tecnologias da TOTVS para ajudar, automatizando processos e reduzindo desperdícios e a dependência de recursos físicos.

Por fim, siga de olho em nosso blog! Assine as nossas newsletters e receba conteúdos direto em seu e-mail.

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.