Como organizar uma confecção de roupas no varejo e integrar sua operação?

Equipe TOTVS | 09 agosto, 2022

A moda é um setor importantíssimo do varejo, mas que vai muito além da roupa final. A fabricação das peças é uma etapa que também pode fazer parte. Por isso, empreendedores podem perguntar: como organizar uma confecção de roupas?

Montar uma loja que também conta com a fabricação das roupas ou atender a clientes por demanda envolve muitos processos, desde a modelagem das peças até o estoque.

E, para que tudo funcione da melhor forma, é preciso criar um planejamento estratégico, administrar os custos de produção e contar com tecnologias de apoio para auxiliar nos fluxos da empresa.

Se você está procurando descobrir algumas dicas sobre como montar a confecção da sua loja e vender mais, ao longo do texto nós vamos ajudar você com isso. Vamos nessa? Boa leitura!

13 dicas de como organizar sua confecção de roupas

Administrar uma empresa que possui uma confecção de peças não é uma tarefa fácil. Mas ela pode ser simplificada quando você opera seus recursos de forma inteligente.

Pensando em facilitar sua operação, trouxemos 13 dicas essenciais para você organizar sua confecção de roupas da melhor maneira possível. Acompanhe a seguir!

  1. Crie um planejamento estratégico
  2. Divida a confecção em categorias
  3. Organize o layout da fábrica
  4. Integre as áreas da empresa
  5. Ofereça treinamento aos colaboradores
  6. Administre os custos de produção
  7. Conte com materiais de qualidade
  8. Invista na padronização de processos
  9. Supervisione e revise todas as etapas
  10. Gerencie seu estoque de peças
  11. Estude as políticas empresariais da confecção
  12. Conte com a tecnologia em sua produção
  13. Invista em estratégias omnichannel

1. Crie um planejamento estratégico

Dentro da confecção de roupas visando o varejo, você tem dois caminhos. É possível trabalhar sob a demanda dos clientes ou, então, ampliar a atuação da sua loja física ou online que já existe para ter uma fabricação própria.

Independentemente de qual for o seu caso, criar um planejamento estratégico será o primeiro meio de aumentar a produtividade da sua fábrica de confecção.

A partir de um plano de negócios ou plano de ação documentado você vai definir todos os objetivos que você quer alcançar com a abertura da sua operação têxtil. Desse jeito fica muito mais fácil promover agilidade na hora de tomar decisões.

2. Divida a confecção em categorias

A estrutura da sua confecção de roupas deve se dividir a partir de categorias. Isso significa que você deve, antes de definir como será a distribuição fisicamente, mapear todas as etapas necessárias para a confecção das peças.

Liste todos os setores que fazem parte da operação. Eles podem ser de modelagem, corte, costura, passadoria e estoque final da produção. Feito isso, você precisa realizar o mesmo processo para os tecidos.

Quais são os tipos de materiais que você vai usar em cada parte do fluxo? Considere o que você vende na sua loja ou, então, a demanda dos seus clientes, além do próprio caminho de produção da peça.

3. Organize o layout da fábrica

Além de categorizar sua fábrica de confecção de roupas, você precisa organizar e melhorar o layout dela. Sem isso, sua empresa perde produtividade.

Dados trazidos pelo Portal do Sebrae mostram que um layout inadequado pode fazer com que 30% do tempo destinado à produção seja perdido. E isso acontece devido a uma movimentação desnecessária ou excessiva.

Ou seja, a forma como todos os aparelhos de costura, tintura e até embalagem são dispostos dentro de uma confecção faz toda a diferença.

É preciso estudar o layout atual da fábrica para que seja possível organizá-lo de acordo com o processo, e assim, facilitar a rotina.

Nova call to action

4. Integre as áreas da empresa

O processo de produção e confecção de roupas também precisa ser muito bem integrado entre a equipe. Colaboradores de diferentes setores precisam ter uma boa comunicação interna e trabalhar juntos para se ter um bom resultado.

Para garantir isso, você deve encontrar formas de reduzir ruídos e problemas que poderiam não existir se todas as pessoas estivessem bem relacionadas.

Isso pode ser feito por meio de comunicados, fichas técnicas e até mesmo reuniões, sempre objetivas e detalhadas, promovendo o respeito ao código estabelecido e à responsabilidade por atividades.

5. Ofereça treinamento aos colaboradores

Uma equipe que não é constantemente capacitada perde muitas oportunidades de crescer. Por isso, se você quer que sua confecção de roupas seja sempre mais produtiva, invista em treinamentos.

Você pode promover palestras, cursos, workshops e até mesmo eventos sobre confecção e vestuário. Isso vai fazer toda a diferença para que os colaboradores percebam e melhorem seu potencial produtivo.

Para além da construção de conhecimento, desenvolver e otimizar habilidades são práticas que vão preparar os colaboradores para lidar melhor com diferentes situações na fábrica.

6. Administre os custos de produção

Saber como organizar uma confecção de roupas também envolve saber administrar os custos de produção. Não basta entender quais são os materiais que você precisa adquirir, é preciso compreender também quanto cada um significa dentro do seu orçamento.

Desde mesas de corte até pequenos acessórios usados no dia a dia da produção, como botões, cada compra representa um gasto e isso reflete diretamente no preço pelo qual você vende a sua peça final.

É por isso que fazer uma boa gestão dos recursos necessários para a confecção será crucial para que seu negócio seja economicamente viável, tenha longevidade e ofereça bons retornos constantes.

7. Conte com materiais de qualidade

Não é por que você precisa administrar bem o custo dos materiais que deve deixar de se preocupar com a qualidade deles. Se quer ter uma confecção de roupas de sucesso, você precisa priorizar esse ponto.

E isso é necessário por vários motivos. Em primeiro lugar, quanto maior a qualidade, maior será o valor gerado para sua peça. Se você se preocupa também com a origem dessas peças, este é mais um ponto de atenção.

Ao mesmo tempo, optar por bons materiais evita problemas com o resultado — o que pode fazer a operação ser mais onerosa. Ainda, tecidos sem qualidade podem reduzir a satisfação do cliente final.

8. Invista na padronização de processos

Ao abrir uma fábrica de roupas, outro ponto que você deve se atentar é investir na padronização dos processos. Fazendo isso, você consegue reduzir as chances de erro que levam ao retrabalho ou que podem passar despercebidos.

Mapeie todas as operações que podem ser padronizadas, de forma a estabelecer um guia básico que aquela atividade exige. Além disso, consulte os responsáveis pelas tarefas.

Um exemplo dessa importância pode ser observado em fábricas que atuam com padronagens diferentes do comum. Trata-se de ponto de alinhamento básico para todas as pessoas que trabalham na cadeia produtiva.

9. Supervisione e revise todas as etapas

A responsabilidade de supervisionar e revisar todas as etapas é o que vai fazer com que seus processos funcionem bem. E um dos principais papéis de revisão é identificar falhas.

Nesse momento, você deve analisá-las tanto do ponto de vista administrativo como de execução. Observe etapa a etapa para entender quais são os aspectos que estão dando certo, o que precisa melhorar e até o que deve ser repensado.

Como se trata de uma atividade extremamente detalhista, ter alguém próprio para essa atividade também pode ser uma saída. O gestor da confecção será a pessoa responsável por supervisionar toda a operação.

10. Gerencie seu estoque de peças

Seja para a sua própria loja física, um ecommerce ou confecção sob demanda, toda empresa que trabalha com a confecção de roupas envolve um estoque de peças. Não importa se ele é de curto prazo ou em um espaço pequeno.

Somente com o controle de estoque você pode otimizar as linhas de produção. Portanto, tenha uma rotina de registro constante do inventário, identificando informações como metragem, estampas e cores, além dos produtos finais.

É esse gerenciamento que faz com que a empresa acompanhe todas as entradas e saídas de peças, evitando que se tenham roupas paradas ou perdidas no estoque.

11. Estude as políticas empresariais da confecção

Os processos burocráticos também são uma parte básica da sua confecção. Portanto, ao organizar a sua fábrica, você precisa conhecer todas as políticas empresariais, principalmente em relação às suas obrigações.

É preciso procurar um escritório de contabilidade para dar início ao processo de legalizar seu negócio (CNPJ, emissão de nota fiscal, alvará de funcionamento etc.). Além disso, você deve adaptar o seu modelo de negócio às melhores práticas.

Muitas empresas de confecção contam com políticas de sustentabilidade e trabalham para diminuir os desperdícios durante todo o fluxo têxtil. Além da redução do impacto socioambiental, isso gera valor ao negócio.

12. Conte com a tecnologia em sua produção

Qualquer área do varejo que deseja prosperar precisa se aliar às ferramentas tecnológicas. Em uma indústria têxtil, na qual tudo deve funcionar de maneira sistêmica, é por meio delas que sua fábrica vai ter fluxos melhores.

E isso é tão verdade que, inclusive, muitas das dicas que demos até aqui podem ser otimizadas se você fizer o uso de sistemas próprios para essa operação. Principalmente quando sua fábrica é uma etapa que antecede sua loja.

Na prática, uma das formas de aproveitar a tecnologia ao seu favor é investindo em softwares que integrem informações e melhorem a operação do estoque. Isso, por sua vez, cria um processo mais unificado.

O acompanhamento da saída de itens vai gerar uma melhor organização da sua confecção. Com ele, por exemplo, você pode identificar as peças de maior demanda e separá-las em um local de mais fácil acesso.

13. Invista em estratégias omnichannel

Seja qual for o caminho que tenha escolhido, você não pode deixar de criar diferentes canais de venda para atender ao seu público. O omnichannel é a principal forma de garantir a integração entre todos eles.

Mas o que essa estratégia significa? Ela se configura como um conceito de vendas que integra diferentes canais para oferecer experiências mais completas e marcantes para os clientes.

Com ela, você terá uma gestão de loja integrada e mais bem distribuída, fazendo com que nenhum canal de vendas fique descoberto.

Isso significa dizer que sua operação pode ser física e, mesmo assim, você pode fazer uso de um marketplace online para mostrar todas as suas peças confeccionadas. Não há barreiras entre os pontos de vendas.

Em suma, a omnicanalidade permite que toda sua rede de venda seja integrada e atenda ao cliente onde ele estiver. 

ERP especializado para a sua produção de moda

Não poderíamos falar sobre como organizar uma confecção de roupas sem apresentar uma tecnologia-chave para a cadeia produtiva da moda, presente no portfólio da TOTVS.

Claro que o sistema em questão só poderia ser o TOTVS Moda, um ERP têxtil que atende a todas as necessidades do seu negócio, da indústria ao varejo, da distribuição às vendas.

O TOTVS Moda pode ser contratado de forma modular (exclusivamente por assinatura). Ou seja, você decide quais funcionalidades do sistema são relevantes para o seu negócio!

Além disso, o sistema roda em nuvem, o que significa que não exige grande investimento em infraestrutura de tecnologia.

Conheça agora mesmo todas as vantagens do TOTVS Moda!

Aumente as vendas de sua confecção com o TOTVS Omni by Moddo

E, quando o assunto é garantir uma melhor gestão de estoque, a tecnologia — mais uma vez — é a saída. Nesse caso, por meio da omnicanalidade.

Ter uma operação 100% integrada permite à sua empresa gerenciar pedidos, estoques e outras variáveis da sua operação varejista em qualquer canal.

Neste sentido, o TOTVS Omni by Moddo ganha destaque como uma das nossas soluções tecnológicas focadas no varejo.

Não importa se você é loja própria, franquia, multimarca ou CD. Com esse sistema, todos os estoques ficam disponíveis para todos os canais.

A melhor plataforma de gestão de omnichannel do mercado oferece dashboards para acompanhar suas vendas em todos os canais e relatórios que suportam o dia a dia da sua operação.

Adote a estratégia da omnicanalidade e torne seu negócio muito mais escalável com o TOTVS Omni by Moddo!

Conclusão

Após esse conteúdo sobre como montar uma confecção de roupas, ficou mais fácil entender o que é preciso para criar sua fábrica e atender às demandas do varejo, não é mesmo?

Sempre tenha um plano de ação, invista na padronização de todos os processos e, principalmente, conte com a tecnologia e a omnicanalidade para melhorar sua operação.

Aderir ao omnichannel é fundamental para melhorar seu estoque e a experiência de seu cliente, o que resulta em maior rentabilidade para o seu negócio.

E, para organizar sua confecção de roupas com uma visão muito maior de negócio, o TOTVS Moda e o TOTVS Omni by Moddo serão o melhor caminho.

Quer ler mais sobre varejo e moda? Aproveite para conferir também nosso artigo sobre como montar uma loja de roupa!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.