Veja como se preparar para a Black Friday e aumentar as vendas da sua loja!

Equipe TOTVS | 31 agosto, 2022

A Black Friday é uma das datas mais valiosas para os varejistas — e também para os clientes. Afinal, durante esse evento, as lojas costumam oferecer descontos gigantescos. Mas, sendo uma loja, como se preparar para a Black Friday?

Seu negócio precisa estar pronto para a última sexta-feira de novembro. Isso significa que, mais do que oferecer promoções, é preciso pensar em como viabilizar todas as etapas envolvidas.

Portanto, antes de chegar a data, é necessário considerar muitos aspectos: desde como avaliar os preços da sua concorrência direta até disponibilizar canais de venda integrados.

Se quiser usar a Black Friday a seu favor e oferecer diversas promoções para os seus clientes, esse artigo é para você. Traremos 14 estratégias para aplicar no seu negócio a fim de aumentar as vendas. Confira!

Como se preparar para a Black Friday? 14 dicas para aumentar as vendas no varejo

Para se dar bem na Black Friday, todo lojista precisa se preparar para esse momento. Sem planejamento, dificilmente você vai aproveitar todo o potencial que um evento como esse pode oferecer à sua empresa.

E, embora as estratégias possam variar de acordo com o nicho de mercado, vamos trazer dicas que servem para todos os tipos de varejo. Acompanhe e descubra!

  1. Avalie os preços da sua concorrência;
  2. Defina quais mercadorias terão desconto;
  3. Crie ações antecipadas de marketing digital;
  4. Invista em anúncios pagos nas plataformas;
  5. Use estrategicamente as redes sociais da loja;
  6. Avalie a contratação de colaboradores temporários;
  7. Tenha um estoque maior de produtos;
  8. Lojas virtuais: atente-se ao frete e à infraestrutura do site;
  9. Instrua o time de vendas para essa época;
  10. Pense estrategicamente em todas as etapas da venda;
  11. Ofereça promoções e descontos reais para os clientes;
  12. Crie um senso de urgência no consumidor;
  13. Ofereça diversas formas de pagamento;
  14. Disponibilize canais de venda integrados.

1. Avalie os preços da sua concorrência

O primeiro passo para se preparar é entender como anda seu mercado e em quais produtos e descontos ele costuma apostar durante esse evento. É por isso que é fundamental observar os preços da concorrência antes de realizar a sua própria precificação na data.

Para isso, você deve considerar o tipo de produto que vende. Se comercializa itens sofisticados, seus preços provavelmente serão mais altos do que os das lojas que vendem itens mais simples.

Além disso, considere a localização da sua loja. Se ela for privilegiada, seus preços podem ser um pouco mais altos. 

Por fim, não esqueça das promoções. Avalie quais tipos de ofertas os concorrentes já fizeram e qual foi o sucesso delas.

Você precisa saber o quão baixo deve ir nos valores para se manter competitivo. Afinal, a última coisa que deve acontecer é oferecer algo em desvantagem com relação aos seus concorrentes.

2. Defina quais mercadorias terão desconto

Nem sempre todos os seus produtos vão entrar na Black Friday. E é por isso que você deve definir muito bem quais serão essas mercadorias na hora de planejar esse evento. E, para fazer isso, há dois critérios bastante usados.

Você pode tanto priorizar ofertas para produtos mais procurados pelos clientes como também aproveitar para dar saída em produtos que estão acumulados em seu estoque.

Em alguns casos, para escolher a primeira opção, é bom fazer uma negociação vantajosa com o fornecedor, para que seja viável fazer um grande desconto.

Já no segundo, se são produtos que já foram pagos para os fornecedores, eles podem ser sinônimo de dinheiro parado, e é ideal fazer essa movimentação.

3. Crie ações antecipadas de marketing digital

Criar ações antecipadas de marketing digital é um caminho muito inteligente para se preparar para a Black Friday. Essa é uma forma de testar suas estratégias e saber o que está funcionando e o que não está.

Para colocar isso em prática, escolha bem seus canais. Uma ideia, por exemplo, é criar uma página de pré-cadastro para o evento e dar algumas dicas para gerar curiosidade no público.

Outra solução é criar vídeos promocionais que sirvam como um reconhecimento de marca para esse evento. Sempre mostre o seu diferencial e apresente os produtos que estarão disponíveis na Black Friday.

4. Invista em anúncios pagos nas plataformas

Na sequência das ações de marketing, não podemos esquecer dos anúncios pagos. Eles são fundamentais para se ter uma boa campanha.

Isso acontece porque eles permitem a você alcançar um público bem qualificado, ou seja, pessoas que são mais propensas a comprar na sua loja.

Para isso, invista em plataformas de anúncios, como o Google Ads e o Facebook Ads. Elas permitem criar campanhas bem direcionadas e aumentam as chances de você conquistar clientes na Black Friday.

Nesse processo, não esqueça: você precisa se preocupar em otimizar seus anúncios para que eles estejam bem posicionados nas plataformas.

5. Use estrategicamente as redes sociais da loja

Como já deve saber, as redes sociais são canais poderosos para divulgar a sua marca e produtos.

Na Black Friday, elas podem ajudar muito a alavancar as vendas da sua loja, mesmo que ela seja apenas física. Para isso, é fundamental considerar algumas estratégias de marketing nas redes sociais.

Uma delas é fazer um bom planejamento de conteúdo e garantir que sua marca esteja sempre presente nos canais escolhidos – seja o Instagram, o TikTok ou o Twitter -, com boas postagens.

Para trazer mais destaque à sua marca, você pode criar uma hashtag exclusiva para a Black Friday da sua loja. E, claro, fazer uma boa divulgação dessa hashtag para que as pessoas a associem na hora de pesquisar seus produtos.

6. Avalie a contratação de colaboradores temporários

Na Black Friday, é muito comum que as lojas físicas fiquem lotadas de clientes. E isso pode gerar um grande estresse para sua equipe, que pode não ter condições de lidar com toda essa demanda.

Por isso, uma boa solução para esse momento é a contratação de colaboradores temporários. Eles são profissionais que entram na sua loja com o objetivo de auxiliar a equipe em tarefas específicas e dar suporte para a maior demanda.

Nesse processo, avalie bem a quantidade de pessoas que você precisará para não fazer uma contratação exagerada. E lembre-se: é preciso fazer um treinamento adequado para que esses colaboradores estejam bem alinhados ao seu negócio.

7. Tenha um estoque maior de produtos

Uma preparação básica e essencial da Black Friday é aumentar o estoque de produtos. Isso permite atender a uma demanda maior de vendas, sem que precise comprar produtos em cima da hora.

Para tanto, faça uma boa previsão de vendas e calcule a quantidade certa de produtos que precisará para atender aos seus clientes.

Nesse processo, reforçamos um ponto: é essencial fazer uma parceria com fornecedores para que você possa comprar os produtos com um bom desconto e, assim, ter uma margem de lucro maior.

E, não se esqueça de pensar na logística do seu negócio, considerando, por exemplo, transportadoras de confiança. Você precisa entregar os produtos para o seu cliente na data certa e nas melhores condições.

8. Lojas virtuais: atente-se ao frete e à infraestrutura do site

De acordo com informações da Neotrust, o e-commerce nacional cresceu 5,8% durante a Black Friday 2021. E é muito comum que esse segmento aposte nesse evento.

Por isso, mais especificamente para as lojas virtuais que vão participar da Black Friday, é fundamental se preocupar com questões logísticas de frete e infraestrutura do site.

Nesse período de grande demanda, é comum que os sites fiquem sobrecarregados e apresentem lentidão.

Para evitar problemas, é bom acompanhar o sistema que a sua loja usa e, se necessário, fazer ajustes na hospedagem para lidar com uma grande quantidade de tráfego.

Outro ponto é o frete. Você deve dispor de opções de entrega que sejam rápidas e baratas, para que as pessoas não desistam de comprar na sua loja. Por mais que exista a comodidade virtual, um valor alto de envio pode ser desestimulante.

9. Instrua o time de vendas para essa época

Ter uma abordagem única é essencial. Assim como a preparação dos colaboradores temporários, é preciso que o seu time de vendas esteja alinhado e bem instruído para a Black Friday.

Isso significa que todos os vendedores devem estar cientes das promoções que serão oferecidas, dos produtos em destaque e do funcionamento da loja nesse período.

Mas como fazer isso? Por meio de manual de instruções. Ele faz com que todo o time esteja na mesma página e evita que as pessoas fiquem perdidas na hora de atender aos clientes.

Além disso, o manual também servirá como um guia para outros segmentos da empresa, como a equipe de atendimento ou suporte, por exemplo.

10. Pense estrategicamente em todas as etapas da venda

Pensar em todas as etapas da venda também faz parte da preparação. Isso significa que você deve se atentar ao fato de que o cliente pode entrar na sua loja (física ou virtual) em qualquer momento da jornada dele.

Logo, é muito positivo que ele se sinta bem atendido em todas as etapas. Desde o primeiro contato até a entrega do produto, pense na experiência do cliente e em como sua loja pode tornar a jornada de compras melhor.

Uma Black Friday de sucesso é aquela em que o cliente tem uma ótima experiência de compra até depois de adquirir o produto, ou seja, no pós-venda.

Nesse processo, investir também em ações de pós-venda, como as pesquisas de satisfação, vale a pena. Elas são ideais para os eventos futuros.

11. Ofereça promoções e descontos reais para os clientes

Se você quer ter sucesso com as vendas na Black Friday, precisa realmente oferecer o que ela propõe: promoções e descontos para os clientes. E eles precisam ser verdadeiros.

Isso significa que sua loja não deve aumentar o preço dos produtos em dias anteriores para, então, colocá-los com desconto na Black Friday. Essa estratégia não funciona mais e os clientes percebem quando as empresas usam desse artifício.

O ideal é oferecer produtos com preços reais e econômicos, mas dentro da realidade do seu negócio. Assim, você vai conquistar clientes para a sua marca ou loja de maneira ética.

12. Crie um senso de urgência no consumidor

Uma das principais estratégias para se planejar para a Black Friday é criar um senso de urgência nas pessoas.

 Isso significa indicar que elas precisam comprar determinada mercadoria o quanto antes, pois o produto pode acabar a qualquer momento.

Para isso, uma boa ideia é aproveitar a famosa tática de “quem chega primeiro, leva”. Trata-se de uma forma de despertar a necessidade de compra nas pessoas.

Outra estratégia é limitar a quantidade de produtos vendidos por cliente.

Isso significa que, se um cliente pode comprar apenas um produto, ele vai querer fazer isso o quanto antes, para não perder a chance.

13. Ofereça diversas formas de pagamento

Quanto mais meios de pagamento você oferecer, mais vai conseguir vender. Essa regra, na verdade, vai além da Black Friday. E isso acontece porque diferentes formas de pagamento conseguem atender a diferentes tipos de clientes.

Além disso, as opções precisam ser variadas para que o cliente possa escolher aquela que mais se encaixa no seu bolso naquele momento. 

Portanto, aproveite para oferecer os mais diversos meios de pagamento: cartão de débito/crédito, boleto bancário, PIX e carteiras digitais.

14. Disponibilize canais de venda integrados

E, por fim, uma das estratégias mais importantes para se planejar para a Black Friday é disponibilizar canais de venda integrados, principalmente considerando o novo varejo.

Isso significa que os clientes precisam encontrar a mesma qualidade de atendimento e poder escolher pela forma mais cômoda de comprar a partir de diferentes canais, como e-commerce, redes sociais e ponto(s) físico(s).

Além disso, esses canais devem sempre estar integrados e atualizados corretamente para que vendas não sejam perdidas. Em suma: uma experiência omnichannel pode colocar sua loja à frente da concorrência.

omni by moddo

Logo, é fundamental contar com um sistema – nesse caso, uma ferramenta tecnológica – capaz de monitorar todos os seus canais de venda e garantir que eles estejam funcionando adequadamente.

Alavanque suas vendas com o TOTVS Omni by Moddo

O grande objetivo de participar da Black Friday é conseguir vender mais. Por isso, investir nessas dicas é o melhor caminho para chegar nesse objetivo.

Com o TOTVS Omni by Moddo, é possível monitorar todos os seus canais de venda em um único lugar e garantir uma experiência omnichannel para os seus clientes.

Além disso, esse sistema permite tratar o mesmo produto de forma diferente em cada canal.

Em eventos como esse, a ferramenta vai ajudar a criar promoções e descontos específicos para cada canal de venda, principalmente em negociações especiais para certos formatos.

Ela permite ainda a criação de regras de alocação de pedidos para evitar a ruptura no período de Black Friday. Assim é possível, por exemplo, direcionar o pedido para a loja que possui mais estoque do item.

Descubra como integrar seus canais de venda e transforme sua operação em omnichannel com o TOTVS Omni by Moddo!

Conclusão

Por meio destas 14 estratégias, mostramos como se preparar para a Black Friday e aumentar de forma eficaz as suas vendas.

A chave está em oferecer produtos com preços reais, criar um senso de urgência nas pessoas, disponibilizar diversas formas de pagamento e, principalmente, investir em canais de venda integrados.

Uma ferramenta tecnológica, como a TOVS Omni by Moddo, que monitora todos os seus canais de venda e garante uma experiência omnichannel para os clientes, portanto, será sua grande aliada!

Se você gostou deste conteúdo e quer trazer melhorias para sua loja, continue acompanhando nosso blog!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.