Biblioteca

Leia em 10 minutos

Mantendo a ética empresarial: a importância da Governança Corporativa e Programa de Compliance

06/04/17 - por Equipe TOTVS
Esse conteúdo ajudou você 0 profissionais
compartilhe:
Tanto a Governança Corporativa quanto Compliance são benefícios empresarias que colaboram para o aumento da competitividade e da rentabilidade, aliando boas práticas, organização, disciplina, ética e procedimentos que ajudam a segurança da área jurídica.

 O QUE É COMPLIANCE?

Compliance é a atividade que tem como objetivo manter a empresa em conformidade com leis, normativos e regulamentos externos e internos.

O QUE É ÉTICA EMPRESARIAL?

A ética empresarial é o conjunto de valores que formam a filosofia organizacional. Possui os princípios que orientam as ações dos funcionários, a tomada de decisão pela alta administração e a relação da empresa com seus diversos públicos.

BENEFÍCIOS

Governança e Compliance são considerados investimentos em uma nova e melhor forma de fazer e administrar negócios e empresas. Devem ser considerados como conceitos modernos, importantes e eficientes mecanismos de melhoria de processos, procedimentos e de condutas empresarias. Engana-se quem acredita que não precisa de governança e de compliance, todas as empresas precisam e podem tirar benefícios.

Pesquisas comprovam que empresas com boas práticas de Governança Corporativa e com programas de Compliance eficientes, possuem:

Mais qualidade nas suas operações
Maior credibilidade
Atraem um número maior de investidores
Obtém melhores taxas de financiamento
São mais sustentáveis
A empresa em compliance preserva a sua imagem, o que reduz a possibilidade de danos à sua reputação.

É importante que gestores entendam o que são e para que servem essas ferramentas, para que utilizem a favor de seus negócios e de suas empresas, as melhores práticas, buscando maior rentabilidade, competitividade, crescimento e sustentabilidade.

O tema da moda ‘Compliance’ precisa ser efetivamente entendido e praticado por empresas de todos os portes, segmentos e formatos. Estar em conformidade com algo, nos exige estabelecer parâmetros para que assim possamos avaliar determinada conduta ou situação, sendo possível aumentar o conhecimento e melhorar os procedimentos, facilitando a tomada de decisão para implantação de estratégias de negócios.

Começar um programa de Compliance é simples e prático. Seguem alguns passos:

Deve-se mapear as atividades da empresa;
Identifica-se os pontos ou práticas de maior risco, onde seja necessário estabelecer critérios e procedimentos;
Definir normas;
Deverá ser estabelecido a forma de divulgação dessas normas e acompanhamento;
Criar mecanismo de aferição.
Além de ser um instrumento fundamental de gestão, o Compliance passa a ter maior importância nas empresas, devido às práticas de controle de processos das mesmas.

 Compliance x Gestão de Risco

As práticas de compliance são fundamentais na estrutura das organizações.

Segundo pesquisas, cerca de 50% das empresas já estiveram envolvidas em casos de fraude. É preciso modificar toda a cultura das organizações para mudar esta realidade e para isso, será necessário investir nesta atividade que deve complementar a gestão de riscos e os controles internos.

Em comparação com o mercado mundial, o investimento em estruturas de compliance é muito baixo, cerca de R$ 1 milhão em estruturas.

A área de compliance complementa a área de gestão de riscos e requer investimentos em treinamentos, recursos tecnológicos, monitoramento de irregularidades, canais de denúncias, entre outros mecanismos.

Um ponto importante é que a busca pela estruturação de processos para garantir o cumprimento às leis tem crescido nos últimos anos, o que esbarra, algumas vezes, na falta de profissionais especializados. E mesmo quando o departamento de compliance existe, sua implementação pode não ser efetiva.

A criação de um código de ética é essencial para coibir as possíveis fraudes e identifica-las facilmente. Sabemos que é um trabalho de longo prazo, mas que levará o mercado brasileiro a um crescimento expressivo.

 Principais desafios e expectativas

Para garantir uma mudança positiva na cultura das empresas é necessário que os diversos componentes da governança juntamente com os conceitos do compliance sejam entendidos e incorporados por todos da organização, respeitando e respondendo as particularidades da empresa como um todo.

Além disso, é imprescindível que uma empresa mantenha sempre a transparência nas informações e acessibilidade à sua liderança.

Incorporar as boas práticas e recomendações à cultura empresarial sem descuidar da gestão estratégica é, sem dúvida, um dos principais desafios das empresas na atualidade.
 
No que tange a tecnologia para atendimento de compliance do setor de saúde, a TOTVS possui uma equipe específica que atua focada no desenvolvimento de funcionalidades para atender as exigências legais do setor. Em 2016 foram mais de 20 mil horas de investimento para o desenvolvimento exclusivo voltado a atender compliance.

Documento

Download PDF Imprimir

Esse conteúdo ajudou você

Sim Não

Mais Inteligência na gestão de processos

Treinamentos chegam às mãos dos colaboradores