Diferença entre hotel e pousada: você sabe quais são? Confira!

Equipe TOTVS | 10 fevereiro, 2022

O mercado do turismo é um dos mais importantes para a economia do Brasil. Por isso, entrar nesse mercado é tentador, mas antes de consolidar seu negócio, é preciso entender o que caracteriza um estabelecimento em relação a outro. Afinal, você sabe qual a diferença entre hotel e pousada?

Essa resposta pode não parecer tão importante, mas na prática ela impacta várias questões referentes ao tipo de negócio que você visa estabelecer.

Bem como o nível de investimento, os cuidados necessários, o tipo de marketing a ser feito, entre tantos outros pontos.

Veja bem, não são poucas as cidades do país com atrações (naturais ou não) que chamam a atenção de brasileiros e estrangeiros.

Por isso, entender tudo sobre esse mercado é essencial para quem quer se destacar no cenário do turismo e lazer. Vamos lá?

Afinal, qual a diferença entre hotel e pousada?

E então, você sabe qual a diferença entre hotel e pousada? Na prática, são vários os pontos que diferenciam um estabelecimento do outro, mas principalmente a quantidade de serviços oferecidos.

Se você já foi a um hotel, sabe que a oferta de serviços vai muito além da estadia e do alojamento.

É comum que o hotel ofereça refeições, opções de entretenimento — o que vai variar dependendo do seu número de estrelas.

Já as pousadas são caracterizadas como estabelecimentos diferenciados. Apesar de muitas vezes serem considerados mais “simples”, nem todas as pousadas possuem essa proposta.

O que as aproxima, no entanto, é o atendimento mais pessoal e informal, com estrutura variada (dividida em chalés ou bangalôs, por exemplo).

Porém, para facilitar a compreensão sobre a diferença entre hotel e pousada, separamos algumas das principais características de cada tipo de estabelecimento. Que tal conferir?

Características dos hotéis

A definição mais comum de hotel dá conta de um estabelecimento que, além de alojamento, provê refeições, opções de entretenimento e demais serviços complementares para os hóspedes.

É uma estrutura que oferece quartos mobiliados, com tudo que é necessário (ou o mínimo necessário) para ter uma estadia marcada pelo conforto e comodidade.

Na definição comercial, falamos de um estabelecimento especializado nos serviços de acomodação para hospedagem de pessoas, em troca de um valor.

Aqui, vale destacar que não há exatamente um manual que indica o que faz e o que não faz parte de um hotel ou pousada.

Muitas vezes, o que delimita um e condiz a outro tem relação com a estrutura do local, bem como sua classificação. Que tal conferir mais?

Classificação por estrelas

Os hotéis possuem as famosas classificações por estrelas. Essa classificação busca medir o nível de qualidade estrutural e de serviços de um estabelecimento — que pode ir de uma a cinco estrelas.

Porém, existem alguns poucos hotéis no mundo com classificação de 6 estrelas.

E quem classifica os hotéis? O critério varia de país para país.

No Brasil, o Ministério do Turismo é quem se responsabiliza por isso. Em 2012, o SBClass (Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem) foi criado para esse propósito.

A escala das estrelas muda bastante.

Ou seja, para que um estabelecimento pule de 3 estrelas para 4 estrelas, é necessário que mudanças estruturais ocorram (como 90% das habitações possuírem ao menos 15 m²).

Mas esse é só um dos requisitos.

Vale dizer que as pousadas, de acordo com o SBClass, também são classificadas em estrelas — muito embora esta classificação seja menos popular para boa parte dos hóspedes.

Você pode conferir mais sobre as diretrizes do SBClass em publicação do Ministério do Turismo.

Categorias de acomodação

Os hotéis também são divididos em categorias de acomodação, que são: hotel, resort, hotel-fazenda e hotel histórico.

Na prática, sua estrutura é basicamente a mesma e deve contar com tudo que mencionamos até aqui. O que os diferencia, porém, são os serviços complementares que oferecem.

O resort tem como foco proporcionar maior nível de lazer e entretenimento, unindo a natureza à sua estrutura. Algo comum dos resorts é oferecer serviços de estética, spa e recreação (caminhadas, tirolesas, parques aquáticos etc.).

O hotel-fazenda costuma se localizar em áreas rurais e tem como objetivo oferecer uma experiência no campo. Normalmente, são estabelecimentos que aproveitam muito da agropecuária local, utilizando produtos e serviços produzidos na região, por produtores locais.

Nesse tipo de estabelecimento, é comum também que haja serviços como passeios de charrete ou a cavalo, proporcionando maior aproximação com a natureza.

Já o hotel histórico normalmente conta com um estrutura com alto grau de importância histórica — como a arquitetura antiga, que pode ser original ou restaurada, ou que tenha sido casa de eventos histórico-culturais reconhecidos pelo governo.

Estrutura

A estrutura dos hotéis também se destacam, pois não há limitações: um hotel pode ter mais de 200 quartos, em edifício com mais de 100 andares. Normalmente, os hotéis se destacam por sua estrutura vertical — ou seja, em prédios.

Além disso, a divisão das acomodações acontece da seguinte forma: apenas quartos ou apartamentos. Casas, chalés, bangalôs são próprios de pousadas.

Outro ponto é que os hotéis funcionam o ano todo, independente da temporada.

Equipe robusta

Mais ponto importante: os hotéis contam com equipe robusta, normalmente trajada em uniformes e com comportamento mais formal.

Essa equipe é instruída a seguir uma etiqueta de atendimento e deve atender aos desejos dos hóspedes, sempre que estiverem ao seu alcance.

Vale ainda ressaltar que a equipe de um hotel deve ser diversificada, no sentido de atender a diferentes demandas.

Muitos hotéis, aliás, dependem de fontes de receitas alternativas — que não apenas a hospedagem, como o aluguel de salas, auditórios e ambientes para eventos corporativos, seminários e mesmo casamentos ou aniversários.

Por isso, a equipe deve ser qualificada o suficiente para atender também a eventos e situações do tipo.

Diferença entre hotel e pousada: Características das pousadas

As pousadas são reconhecidas como estabelecimentos mais acolhedores, privados e muitas vezes mais simples — o que pode ou não ser real, como já mostramos anteriormente.

A verdade é que não existe uma real diferenciação entre pousada e hotel além do aspecto estrutural — este sim bastante rígido e que logo mais vamos lhe mostrar.

Na prática, uma pousada nada mais é do que uma propriedade em que se admitem hóspedes — ou seja, não é um estabelecimento comercial especializado em serviços de hospedagem, lazer e entretenimento.

Portanto, conceitualmente, a pousada é sim um ambiente mais simples do que um hotel — muito embora, existam pousadas para todos os gostos e bolsos.

Que tal compreender um pouco sobre esse tipo de estabelecimento?

Estrutura

Estruturalmente, as pousadas são conhecidas pelos edifícios horizontais, não maiores do que 3 andares, que podem contar com até 30 unidades habitacionais e até 90 leitos.

As unidades habitacionais podem se concentrar em uma construção única, como em um edifício só, ou em múltiplas construções, como chalés, bangalôs e casas.

Vale destacar que há uma diferença no público (e na intenção) de utilizar os serviços deste estabelecimento. Essa é uma das grandes diferenças entre hotel e pousada.

Normalmente, hotéis contam com um público também mais formal, adeptos do turismo empresarial, como executivos e representantes comerciais.

Já a estrutura e todo o ambiente mais intimista de uma pousada são mais adequados para pessoas, casais, famílias ou grupos de amigos em férias, que buscam mais conforto.

Porém, é claro, os resorts podem tranquilamente oferecer esse tipo de experiência — ou seja, tudo depende do estabelecimento em si.

Serviço mais intimista

Um dos pontos de destaque das pousadas é o serviço mais intimista. Ou seja, não há a formalidade de um hotel, mas um atendimento mais pessoal e muitas vezes informal.

É comum encontrar pousadas administradas pela própria família dona do estabelecimento — que muitas vezes vive em suas dependências.

Porém, isso não é sinônimo de menos privacidade, mas de um ambiente normalmente mais privativo.

Quem se hospeda em uma pousada, pode esperar contar com os serviços mais básicos (alojamento, alimentação e uma recepção).

É aqui que a qualidade da pousada também se destaca.

Pousadas de alta classe oferecem serviços complementares (como, além do café da manhã, almoço, jantar e às vezes até mesmo um bar com petiscos e drinques).

Vale lembrar que, conforme o SBClass, pousadas também podem ser classificadas com estrelas.

Decoração

A decoração das pousadas se destaca por ser mais rústica ou própria do ambiente em que estão inseridas.

Enquanto hotéis possuem uma assinatura arquitetônica mais clara — sofisticada ou tradicional, dependendo da proposta — as pousadas costumam ser mais livres nesse quesito.

Muitas vezes, a integração com a natureza é um dos destaques das pousadas, como nos bangalôs em regiões litorâneas ou chalés em regiões serranas.

Categorias

As pousadas também possuem diferentes categorias. Além do próprio estabelecimento conhecido como pousada, que descrevemos até aqui no conteúdo, há hostels ou albergues.

Esse tipo de estabelecimento é muito mais simples e objetivo: ele comercializa, basicamente, uma cama para que o hóspede possa dormir — muitas vezes em cômodos compartilhados.

Alguns oferecem refeições, mas normalmente são pagas à parte.

O preço da hospedagem nestes locais é muito mais em conta, sendo uma alternativa para pessoas fazendo mochilão, por exemplo.

Nova call to action

O que é mais barato: hotel ou pousada?

A resposta é simples: depende! Normalmente, as pousadas são reconhecidas como estabelecimentos com preços mais em conta, enquanto hotéis são mais caros por conta de todos os serviços que oferecem.

No entanto, a resposta vai depender: existem pousadas do mais alto padrão, em localizações exclusivas e particulares, com ambiente diferenciado — e que obviamente custam mais.

Enquanto isso, você pode encontrar hotéis de uma estrela, com proposta mais simples e preço adequado a todos os bolsos.

Portanto, é uma questão de pesquisa da parte do hóspede — e da proposta do estabelecimento, bem como seu nível de investimento.

Dicas de gestão para hotéis e pousadas

E então, como aprimorar a gestão de hotéis e pousadas de modo a conquistar melhores resultados? Esse é um ponto pouco explorado pelos empreendedores da área.

Uma boa administração hoteleira pode transformar seu negócio, ampliando a visão corporativa, otimizando processos e, assim, fidelizando clientes.

Outro ponto que os empreendedores devem priorizar é a experiência do hóspede. Já escrevemos sobre o tópico no blog e mostramos sua importância.

Um dos dados que buscamos em nosso guia ilustra isso: para os hóspedes, experiências positivas influenciaram a decisão de compra em 74% dos casos, de acordo com a PwC.

E lembre-se que essa não é uma exclusividade de grandes conglomerados de hotéis. É um esforço que todos os negócios envolvidos com o setor de hospitalidade podem trabalhar. 

Como a tecnologia pode ajudar?

Um dos grandes motores da transformação digital no setor hoteleiro baseia-se na implementação da tecnologia no dia a dia operacional.

Um sistema PMS, conhecido como sistema para hotel, pode otimizar vários processos internos e burocráticos da administração hoteleira, como o controle de rotinas, bem como de check-ins e check-outs.

Além disso, é possível modernizar toda a gestão contábil, de finanças, contratos, planejamento e orçamento, almoxarifado, entre outros.

Tecnologias TOTVS para Hospitalidade

Sabia que a TOTVS, maior empresa de tecnologia do Brasil, possui soluções lapidadas para atender a todas as necessidades do setor hoteleiro?

Tratam-se de sistemas e ferramentas que reúnem todas as funções de gerenciamento para o seu hotel ou pousada.

Assim, é possível acompanhar os principais indicadores do negócio, como a taxa de ocupação, diária média e receita, entre outros.

Tudo isso de forma adequada às necessidades e ao tamanho de qualquer estabelecimento.

Que tal transformar a gestão do seu hotel ou pousada? Conheça todos os diferenciais das tecnologias TOTVS para Hospitalidade!

Conclusão

E aí, gostou de aprender a diferença entre hotel e pousada? Esperamos que esse conteúdo seja esclarecedor em definir as características e o que torna um negócio um hotel ou uma pousada.

Esse é um setor que movimenta boa fatia da economia brasileira — e para quem quer entrar no mercado, é essencial compreender as particularidades do negócio.

Gostou do conteúdo? Então siga nos acompanhando! Assina a newsletter do blog da TOTVS e receba nossos artigos em primeira mão!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.