Logística empresarial: o que é e como implementar

Equipe TOTVS | 11 agosto, 2022

A logística empresarial é um dos maiores desafios dos gestores das empresas. Sua operação exige bastante de todos os envolvidos, que devem compreender o processo como um todo, a fim de que os resultados da operação sejam satisfatórios.

Com os ajustes necessários, os processos de logística podem trazer impactos positivos ao negócio, como maior produtividade e lucratividade. Se você quer conhecer mais sobre o assunto, continue acompanhando o artigo que preparamos. Boa leitura!

O que é logística empresarial?

A otimização de processos é uma consequência direta da atuação da logística nas empresas. É possível defini-la como uma unificação das rotinas que têm por objetivo a aprimoração operacional.

É interessante observar como a logística empresarial se caracteriza como um poderoso processo de planejamento com visões estratégicas que influenciam diversos setores da organização. Alguns deles são:

  • Implementação e controle financeiro do fluxo de produção;
  • Administração de estoque;
  • Matérias-primas;
  • Armazenamento de insumos,
  • Produtos finalizados.

A gestão das informações de tarefas executadas que passam pelo supply chain também garantem a integridade e a qualidade dos processos, assim como dos produtos, desde o início até o consumidor final. Dessa forma, itens e serviços estão sempre no lugar e na hora certa.

Como surgiu a logística empresarial?

A logística empresarial surgiu diante da necessidade de melhorar a qualidade da operação, levando em consideração aspectos como a experiência do cliente e a redução de custos.

É preciso ter em mente que, diante da competitividade do mercado, o diferencial de uma empresa está ligado à sua capacidade de ser mais eficiente e eficaz, prevendo possíveis problemas e reduzindo as chances de que se concretizem.

Além disso, o mercado torna-se cada vez mais global, e as fronteiras geográficas têm deixado de ser barreiras de consumo. Assim, é necessário que as companhias estejam preparadas para lidar com os desafios deste novo contexto.

Qual é a função da logística empresarial?

Agora que você já sabe o que é e como surgiu, com certeza deve estar se perguntando qual o objetivo da logística empresarial?

Bem, no cenário de alta competitividade em que vivemos, a logística empresarial é um dos elos mais sensíveis e, ao mesmo tempo, mais importantes para alcançar o sucesso.

Afinal, como vimos, trata-se de um grupo de atividades capaz de gerar valor para os produtos e serviços da empresa, um valor que é expresso pela capacidade do negócio de atender às demandas a tempo.

Dessa forma, a logística empresarial é o que garante o fluxo correto da cadeia de suprimentos, possibilitando o fornecimento de matérias-primas, a produção contínua e ajustada da indústria e uma distribuição organizada e que chegue aos varejistas sem nenhum tipo de atraso.

Nova call to action

A importância da logística empresarial

A logística empresarial e a gestão da cadeia de suprimentos é um conceito bem abrangente, que carrega consigo uma gama de outras operações e execuções estratégicas, como as que citaremos a seguir:

  • Aquisição de materiais;
  • Processamento de pedidos;
  • Transporte,
  • Manutenção de inventários.

Nesse momento, você deve estar pensando em como o supply chain tem participação tão ativa nos processos de logística empresarial. Como então fazer o bom gerenciamento dessa cadeia de suprimentos?

Como funciona a logística empresarial?

Por mais que muitos pensem que esse conceito é restrito somente ao transporte de mercadorias, a logística empresarial, na prática, envolve diversas etapas da cadeia de suprimentos.

Ela também se relaciona com diversos fluxos de atividades e informações nos mais diversos setores das empresas e, por isso, podemos dizer que a logística empresarial é o que garante o fluxo correto da cadeia de suprimentos,

Isso porque ela possibilita o fornecimento de matérias primas, a produção contínua e ajustada da indústria e a distribuição dos produtos para os clientes dentro do prazo.

Como vimos, o principal objetivo da logística empresarial é reduzir custos, aumentar a lucratividade, ganhar agilidade na solução de problemas e promover a satisfação dos clientes.

Por este motivo, quando executada da maneira correta, a logística empresarial consegue impulsionar a produtividade e, consequentemente, melhorar os resultados do negócio.

Ou seja, se você aplicar o conceito ao máximo dentro da sua empresa, isso com certeza vai garantir um diferencial competitivo perante o mercado.

Veja a seguir as principais funções da logística empresarial dentro do processo produtivo:

  • Armazenagem: auxiliando na escolha do melhor local para o centro de distribuição, aluguel dos galpões, considerando rotas de transporte, proximidade à clientes, tributações e outros fatores;
  • Estoque: facilitando a organização e controle dos pedidos, estoque de mercadorias, necessidade de aquisição de insumos, além de promovendo estimativas essenciais, como a previsão de demanda e análise da curva ABC;
  • Transporte e gestão de frotas: ajudando a definir a melhor transportadora, realizando o planejamento de rotas, programando pagamentos, organizando a gestão de ocorrências durante o transporte de mercadorias etc.;
  • Cadeia de mantimentos: promovendo o acompanhamento de processos internos, além de fornecedores e transportadoras – é a etapa em que são integrados os agentes logísticos para trazer mais eficiência e produtividade.

Benefícios da gestão de logística empresarial

Ao dar mais atenção à cadeia de suprimentos do seu negócio, a logística como um todo só tem a ganhar. Ações que agregam à prática são determinadas por decisões mais ágeis em relação a: estoque, abordagem de vendas, distribuição e entrega nos prazos determinados e boa negociação com fornecedores.

Dessa forma, a aplicação da logística pode ser tanto um gargalo — se aplicada de maneira errada — quanto um gerador de valor potente para os negócios. Confira a seguir os principais benefícios da boa gestão de logística.

Redução de custos

Uma vez que todo o processo é acompanhado de ponta a ponta, tamanha precisão diminui os riscos de retrabalho, duplicação e tarefas repetitivas, economizando com despesas desnecessárias e que podem ser investidas em outros setores.

Visão geral de processos

O bom controle da logística empresarial possibilita visualizar o andamento de cada área, e, a partir de dados trazidos pelo auxílio de um bom sistema de gestão, as falhas na operação podem ser identificadas e corrigidas antes de se tornarem um problema real.

Maior eficiência e agilidade

Já pensou em contar com cargas remanejadas no menor tempo possível? A precisão das entregas pode aumentar consideravelmente, tudo graças a um menor tempo de parada. O cumprimento dos prazos de entrega são um dos pontos que merecem maior atenção no negócio.

Outras dicas que você pode implementar dizem respeito a:

  • Modernização da comunicação: esse contato pode ser renovado e acompanhado de perto entre várias frentes da sua empresa, seja na relação com fornecedores, time de colaboradores ou até mesmo seus clientes, para que os fluxos otimizados não sejam interrompidos,
  • Estabelecimento de metas e determinação de indicadores de desempenho: em uma conferência diária e, muitas vezes, em tempo real, sobre o estágio de cada processo, é possível saber onde estão os erros e corrigi-los, bem como identificar os pontos fortes e melhorá-los cada vez mais.

Quais são os profissionais envolvidos na logística empresarial?

Como vimos, existem várias maneiras de implementar a logística empresarial dentro dos negócios.

Dessa forma, assim como a maior parte dos serviços, a logística é fator que pode ser terceirizado ou realizado por uma equipe específica dentro da própria empresa.

Independente da sua escolha e da forma de contratação, contar com profissionais especializados é a melhor forma de garantir uma logística empresarial eficiente.

Confira a seguir quais são os principais profissionais envolvidos na logística empresarial:

Prestador de serviço logístico

Os prestadores de serviços logísticos nada mais são do que empresas ou profissionais que realizam primariamente e de maneira terceirizada as atividades logísticas de uma empresa.

Esses profissionais atuam nas etapas da cadeia produtiva, como no transporte, armazenagem, estoque, expedição, despacho aduaneiro, entrega de mercadorias ou qualquer outra etapa da logística empresarial de um negócio.

A prestação de serviços, nesses casos, é estabelecida mediante contratos formais, podendo acontecer na propriedade do prestador ou nas instalações da empresa contratante.

O objetivo do prestador de serviços logístico é o de oferecer um serviço estratégico, especializado e personalizado às necessidades de cada cliente – no caso das empresas que buscam a terceirização, a redução dos custos operacionais.

Operador Logístico

O operador logístico é um profissional que presta serviços de gestão, armazenagem, distribuição e controle de estoque. 

Ele desempenha uma série de atividades que se interrelacionam, envolvendo pessoas, processos, equipamentos e informações.

Este profissional orquestra todas as ações que envolvem a cadeia logística, da first à last mile.

Dentre as principais áreas de atuação desse tipo de profissional, podemos citar:

  • Transporte de produtos;
  • Armazenagem de estoques;
  • Recebimento de pedidos;
  • Embalagem e manuseio de produtos;
  • Consultoria, gestão de administração logística;
  • Mão de obra.

O operador logístico precisa ter um conhecimento completo da logística empresarial e do negócio para o qual presta serviços.

Deve saber de todas as entradas e saídas de mercadorias da empresa, mapear o fluxo logístico e, dessa forma, realizar o cálculo do ciclo de mercadorias e materiais do negócio.

A grande vantagem de contar com um operador logístico é que ele permite um maior controle de estoque, gestão de produtos, expedição de materiais e do fluxo de entregas e recebimentos.

Qual a diferença entre logística empresarial e cadeia de suprimentos?

O gerenciamento da cadeia de suprimentos envolve toda a gestão da empresa, desde fornecedores, distribuidores, armazéns, consumidores etc.

Já a logística empresarial é um processo interno, que visa otimizar a armazenagem, gestão do estoque, transporte de mercadorias, entradas e saídas de materiais etc.

Como implementar a logística empresarial? Confira algumas dicas

Depois de conhecer os benefícios de implementar a gestão logística na sua empresa de forma integrada, veja como otimizá-la com nossas dicas:

Monitore seus processos logísticos

Para aperfeiçoar a gestão empresarial, é necessário conhecer e monitorar todos os processos que fazem parte da cadeia de suprimentos.

Quanto maior for esse mapeamento, melhor será para organizar os processos e melhorá-los para todas as equipes.

Afinal, como saber no que é preciso investir mais ou menos recursos sem entender como as coisas estão caminhando, certo?

Por isso, antes de pensar em apostar em novas tecnologias e mudanças de metodologias de trabalho, revise como está o processo de compras, estoque e armazenamento, vendas, entrega ao cliente, gestão de frotas, manutenção de veículos e maquinários etc.

Após ter um checklist de todas as etapas logísticas do seu negócio, é hora de melhorar o planejamento e aperfeiçoar a gestão.

Alinhe as informações com os seus fornecedores

Uma boa relação com fornecedores faz toda a diferença para melhorar os resultados e ter mais eficiência na gestão logística Por isso, esteja sempre com as informações e ordens de compra alinhadas. 

Evite pedidos de última hora e não trabalhe com prazos extremamente curtos, que terão um impacto na qualidade da produção e/ou entrega de materiais.

Se for necessário solicitar pedidos urgentes, é bom saber com quais fornecedores será possível negociar melhores condições de entrega, preços e pagamento.

Da mesma forma que a sua empresa deseja encantar e fidelizar clientes, também é importante ter esse cuidado com os parceiros comerciais.

Invista na comunicação com a equipe

A falta de organização nos processos logísticos, muitas vezes, reflete o quanto a comunicação entre os colaboradores não está funcionando.

Por isso, além de focar em metodologias e tecnologias, é fundamental investir em treinamento e gestão de pessoas.

É necessário criar uma cultura organizacional para fortalecer o relacionamento entre os funcionários para que seja possível manter uma comunicação clara, objetiva e sem gargalos.

Além de ser importante para a comunicação, a gestão de pessoas também ajuda a manter a motivação e engajamento de todos os colaboradores.

E, quando um novo sistema ou ferramenta for implementado na empresa, ofereça treinamentos e suporte até que todos estejam na mesma página.

Faça o gerenciamento do estoque

Se a sua empresa quer melhorar a logística empresarial, ela precisa olhar para a gestão de estoque. 

Por isso, informações sobre necessidade de reposição, dificuldades de armazenamento, entrada e saída de produtos, emissão de ordens de produção e outros dados devem estar no radar do responsável pelo setor e todos os envolvidos na cadeia de suprimentos.

A partir do monitoramento do estoque, é possível evitar diversos problemas, antecipando demandas ou produtos que possam estar parados.

Em caso de lojas varejistas, as compras são mais imprevisíveis, por isso é importante ficar de olho no estoque para não faltar nada e não existir risco de perder vendas.

Além de ser determinante para a venda, o controle de estoque também ajuda na gestão de entregas, pois olhando para a quantidade de produtos é possível entender se as entregas serão feitas no prazo determinado.

Aplique a logística reversa

Atualmente, empresas que desejam se destacar no mercado precisam ir muito além da competitividade de preços e compromisso com os prazos.

Claro, essas vantagens continuam valendo e precisam ser prioridade para não perder clientes, mas também é importante olhar para fatores maiores, como o cuidado com o meio ambiente e a preocupação em manter uma logística ecológica.

A logística reversa, portanto, é a solução que muitas empresas e indústrias já adotaram para reduzir os impactos causados, como poluição, seja sonora, do ar, no reaproveitamento de resíduos e embalagens, etc.

Em resumo, a logística reversa é o conjunto de ações para recolher e dar encaminhamento no pós-venda e após o consumo dos produtos, para que seja possível fazer reaproveitamento dos materiais ou uma destinação mais adequada dos resíduos.

Esse tipo de iniciativa foi reforçada com a criação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei n°12.305).

Por isso, dependendo do setor, implantar a logística reversa é obrigação, como é no caso de fabricantes, distribuidores, comerciantes de agrotóxicos, pilhas e baterias, pneus, lâmpadas fluorescentes, importadores e fabricantes de produtos eletrônicos.

Conte com a tecnologia

Nos últimos anos, a invocação tecnológica vem sendo muito grande, especialmente quando estamos falando de processos de automação na logística empresarial.

Diversas ferramentas e sistemas modernos foram projetados especialmente para acelerar a eficiência da organização e os prazos de entrega, reduzindo a interferência manual e eliminando o erro humano.

Por isso, agora, mais do que nunca, é hora de adotar essas soluções.

Desde balanças de pesagem inteligentes que se integram à sistemas de gerenciamento de armazéns, até sistemas robustos de gestão, como ERPs, adotar as soluções tecnológicas é crucial para conseguir vantagens competitivas em um cenário cada vez mais acirrado.

Um ótimo exemplo de tecnologia que pode auxiliar os processos logísticos da sua empresa é o TOTVS Planejamento de Rotas, uma solução inteligente que permite descobrir os melhores trajetos para economizar recursos com combustível e pedágios.

Logística empresarial: dúvidas frequentes

Veja também quais são as principais dúvidas sobre o tema de nossos leitores.

Quais são os melhores livros sobre logística empresarial?

Confira agora uma lista com alguns dos melhores livros sobre logística empresarial:

  1. Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos: Logística Empresarial – Ronald H. Ballou
  2. Logística empresarial: a perspectiva brasileira – Paulo Fernando Fleury
  3. Logística e abastecimento da cadeia de abastecimento – Paulo Roberto Bertaglia
  4. Tecnologia da Informação aplicada à Logística – Eduardo Banzato
  5. Logística de Transporte: Gestão Estratégica no Transporte de Cargas – Alexandre de Campos

Qual o salário de quem atua com logística empresarial?

O setor logístico empresarial é bastante amplo em funções e cargos, por isso é difícil trazer uma média salarial para atuar nesse campo, pois varia de acordo com a empresa, formação, experiência e região do país em questão.

Mas, para se ter uma ideia,  de acordo com o site Vagas.com, um profissional técnico em logística pode começar a carreira com um salário inicial de R$1.800 até R$3.200.

No site Glassdoor, o salário médio nacional para o cargo de gestor logístico é de R$6.500

Existe algum curso de logística empresarial?

Sim, existem opções de cursos presenciais e online na área de logística empresarial em diferentes níveis de especialização. É possível optar em seguir com a graduação em Logística, assim como existem pós-graduações, cursos técnicos e cursos livres com foco no desenvolvimento de profissionais na área.

Em algumas empresas, profissionais com formação em Administração e Engenharia de Produção também conseguem atuar na área.

Invista na sua logística empresarial!

Ao longo deste artigo, mostramos para você o que é a logística empresarial, comentamos sobre sua importância dentro dos negócios e abordamos os benefícios que uma gestão bem feita da área pode trazer. Tudo isso sem contar as dicas voltadas às melhorias de cada etapa que compõem a cadeia de suprimentos.

A TOTVS é uma empresa 100% brasileira e que acredita no Brasil que faz. Referência em tecnologia e inovação há mais de 30 anos, conte conosco para ajudar na conquista dos seus objetivos.

Conheça e teste grátis o TOTVS Planejamento de Rotas, solução que ajuda a sua empresa a reduzir em até 30% os custos de entrega!

Conclusão

A logística empresarial é fundamental para que as empresas consigam organizar os seus fluxos de trabalho e manter a operação em dia, diminuindo os custos e aumentando a lucratividade.

Por isso, algumas das melhores formas de melhorar a logística empresarial do seu negócio é monitorando os processos logísticos internos, alinhando informações com seus fornecedores e investindo na comunicação da sua equipe.

Além disso, também é preciso fazer o gerenciamento dos seus estoques e aplicar a logística reversa.

Por fim, mas não menos importante, é fundamental olhar para as principais inovações tecnológicas do mercado e começar a aplicá-las dentro da sua operação, pois isso garante uma vantagem competitiva perante aos seus competidores.

Um exemplo claro de como você pode melhorar a sua operação por meio da inovação tecnológica é com soluções como o TOTVS Planejamento de Rotas, que vai ajudar a sua empresa a fazer entregas mais rápido, gastando menos com combustível e pedágios.

Se você gostou do conteúdo e quer saber mais sobre o assunto, leia nosso outro post sobre o tema.

Para estar sempre por dentro de todas as novidades, continue acompanhando o blog e não se esqueça de assinar a newsletter!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.