criptografia

A importância da criptografia para sua segurança de dados

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 15 junho, 2020

Entre as estratégias de segurança de dados, a criptografia é uma das mais populares. Após diversos casos de vazamento de dados ocorridos com empresas, a segurança dessas informações passou a ser prioridade para diversas companhias.

A partir desses eventos, a Lei Geral de Proteção de Dados foi criada, visando proteger os dados pessoais dos usuários e exigindo que as empresas tenham esse cuidado.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é criptografia de dados, como funciona e os motivos pelos quais é importante que seu negócio considere a utilização desta técnica. Confira.

O que é e como funciona a criptografia de dados?

A criptografia é um conjunto de técnicas pensadas para proteger uma informação de modo que apenas emissor e receptor consigam compreendê-la. Em geral são usados algoritmos para realizar o codificação e para decodificação é necessário ter acesso à chave utilizada no primeiro processo.

A criptografia envolve codificar informações importantes para que elas não caiam nas mãos de pessoas erradas. Para isso, um algoritmo é implementado para codificar os dados, fazendo com que só pessoas autorizadas possam decodificá-los.

A prática de codificar informações para mantê-las em segurança é, na verdade, feita desde a Antiguidade. Estima-se que essa estratégia surgiu há cerca de 1.900 anos antes de Cristo, no Egito. E, nos dias de hoje, esse processo pode ser feito de forma automática, por meio das novas tecnologias.

Chaves e protocolos

Atualmente, a base da criptografia simétrica e assimétrica são as chaves, que podem ser utilizadas para criptografar e também para descriptografar informações. Quando a chave é simétrica, pode ser usada nas duas pontas da transmissão. Já quando é assimétrica isso significa que as chaves de criptografia e descriptografia são diferentes. Alguns exemplos de protocolos são: 3DES, AES, TLS e SSL.

Existem também protocolos de criptografia que não utilizam chaves chamados de algoritmos de HASH. Eles transformam um texto, de qualquer tamanho, em uma sequência de caracteres, de tamanho fixo, única para identificar o texto original.  Pode ser utilizada como uma espécie de dígito verificador, mas que não permite a reversão desse código para o texto original. 

Eles são usados a todo tempo por nós, quando os sistemas armazenam as nossas senhas, ou comparam o que digitamos com a senha armazenada. Alguns exemplos de protocolos são: MD5 e SHA-256.

Anonimização, pseudonimização e criptografia

Você sabe qual é a relação entre anonimização, pseudonimização e criptografia? A anonimização no contexto da proteção de dados significa desassociar informações de indivíduos. Portanto, existe a informação, mas ela não pode ser relacionada a uma determinada pessoa ou organização. Nesse tipo de situação, pode se utilizar os algoritmos de HASH mencionados anteriormente.

A pseudonimização também é uma forma de não atribuir informações a indivíduos, sem recorrer a informações suplementares. Isso é feito a partir de um tratamento de dados que garante a desassociação. Porém é um processo reversível, podendo ser futuramente atrelado aos dados para voltar a identificação do indivíduo.

Neste tipo de situação, pode ser utilizar a criptografia simétrica ou assimétrica, sendo que a chave de criptografia se faz necessária para vincular os dados à pessoa a qual o dado faz referência.

É, portanto, um jeito mais confiável de tratar dados pessoais. Esses três termos não são sinônimos, no entanto, a criptografia pode ser utilizada por uma empresa para fazer a anonimização ou a pseudonimização de dados. 

Por que sua empresa deve criptografar suas informações?

Depois de escândalos de utilização indevida de dados (Cambridge Analítica) ficou clara a necessidade de criação de legislações que protegesse os interesses dos titulares de dados pessoais.

Diversos casos envolvendo exposição de dados já ocorreram e deixaram tanto pessoas quanto empresas prejudicadas. Por esse motivo, foi criada a Lei Geral de Proteção de Dados, que visa garantir a segurança das informações coletadas pelas organizações através de medidas que precisam ser adotadas.

Sendo assim, a criptografia é uma boa alternativa entre outras medidas que devem ser tomadas para manter essa segurança para manter essa segurança, além de preservar a imagem da empresa, que é tão importante para a conquista de novos negócios. Veja outros benefícios de proteger as informações do seu negócio:

lgpd

Processos sigilosos

Com a criptografia é possível garantir que todos os processos sigilosos da empresa (Transações bancárias, dados de clientes, informações de colaboradores) sejam feitos com mais segurança. Caso esse tipo de informação vaze, pode acarretar grandes prejuízos financeiros para a companhia.

Por isso, o ideal é contar com meios seguros para efetuar essas transações. Assim, ao realizar ou receber pagamentos, o processo poderá ser feito sem a preocupação de que pessoas não autorizadas tenham acesso a essas informações.

Proteção no envio e no recebimento de dados

Uma das formas mais comuns de vazamento de informações é por meio do trânsito de dados. Quando uma empresa envia dados estratégicos em código criptografado, apenas quem está recebendo-os e possui a chave para codificar a mensagem poderá ter acesso a essas informações. 

O processo também protege o titular do dado e a empresa, uma vez que a exposição e a utilização indevida desses dados pode acarretar em danos à imagem da empresa, multas e processos judiciais.Por esse motivo, proteger o tráfego de dados é essencial para que a empresa possa garantir a integridade deles.

Segurança de informações

Desde informações de clientes a dados sobre estratégias, a maioria das empresas possui dados que não devem ser divulgados. No caso de dados pessoais de clientes, isso representaria um processo judicial para a companhia.

Para respeitar a legislação e manter a empresa protegida contra ataques, é preciso utilizar uma tecnologia que garanta essa segurança. Isso pode ser feito por meio da encriptação de dados e outros métodos combinados.

Como a tecnologia pode manter seus dados seguros?

Tecnologias como inteligência artificial, machine learning e sistemas de gestão podem manter a segurança de dados de uma empresa. A computação em nuvem, por exemplo, é uma forma de armazenar informações importantes com um design de soluções criado para isso.

Por esse motivo, é muito importante estar por dentro das novidades em proteção de dados. Leia nosso artigo sobre anonimização e conheça mais sobre o assunto. Continue acompanhando o blog da TOTVS e não deixe de assinar a newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *