Como aplicações de business intelligence podem transformar o seu negócio?

Coletar dados, compilar informações e levantar detalhes sobre processos de uma empresa parece, a princípio, o suficiente para estruturar um plano de ação para um negócio. Mas tais procedimentos de forma isolada não são o bastante para que bons resultados sejam alcançados.

Isso acontece porque informações recolhidas de maneira aleatória precisam ser compiladas dentro de um contexto maior, em um processo chamado business intelligence.

A solução de inteligência de negócios está transformando empresas, aprimorando processos e, até mesmo, reduzindo gastos.

É uma aposta que consolida os principais indicadores de uma corporação e possibilita um panorama completo de uma ou várias áreas, em relatórios e gráficos que mapeiam o status atual de uma organização. Trata-se de um compilado que reúne histórico de dados, tendências, além de caminhos para possíveis soluções.

Entenda, neste post, o que é business intelligence e como o investimento em ferramenta de estruturação de soluções para gestão empresarial pode gerar resultados positivos.

O que é business intelligence

O processo de coletar, organizar, analisar, compartilhar e monitorar informações define business intelligence (BI). A inteligência de negócios é uma solução que tem como desafio central administrar um grande volume de dados, e transformá-los em informações úteis e aplicáveis na solução empresarial!

Vantagens da aplicação da inteligência de negócios

Os sistemas de BI são monitorados por plataformas e softwares que transformam informações e estatísticas em referências aplicáveis e decisões estratégicas. Eles oferecem vantagens para negócios que sofrem com falhas manuais, atrasos recorrentes, escolhas precipitadas e, inclusive, processos internos problemáticos.

Indicadores verificados em análises são agrupados em painéis personalizáveis que permitem a avaliação dos dados de maneira clara, com métricas expostas em diagramas altamente compreensíveis.

Os benefícios da utilização de business intelligence são inúmeros. Entre eles:

  • identificar padrões de comportamento em fornecedores ou clientes;
  • estruturar estratégias de atuação viáveis e palpáveis, estabelecidas por dados coletados, compilados e analisados;
  • observar tendências de consumo;
  • avaliar práticas da concorrência;
  • detectar falhas e prever soluções;
  • classificar e qualificar perdas;
  • reduzir custos ao minimizar lapsos em processos da empresa;
  • verificar novas possibilidades de expansão e crescimento, mediante lacunas ou carências do negócio;
  • coletar resultados mais eficazes, baseados em dados e não em suposições.

Acima de tudo, a possibilidade de reduzir custos, constatar falhas nos processos internos e melhorar a performance faz com que BI possa ser empregado em empresas de setores e portes diversos.

Indicadores em business intelligence

Uma estrutura sólida de BI é importante para determinar estratégias que, como citado anteriormente, são estipuladas por meio de tendências coletadas em uma plataforma de análise empresarial.

Mais uma vez, soluções tecnológicas podem ser utilizadas a serviço da melhoria de etapas e processos de um negócio. Afinal, não basta reunir dados e compilar números. É necessário analisá-los.

Diferentemente de métricas, que são números brutos e isolados, os indicadores são aqueles dados obtidos por meio da avaliação técnica da informação em um contexto maior. E são esses mesmos indicadores que fazem com que o BI possa vir a trazer alterações positivas ao seu negócio.

Caminhos para BI

Aplicada em muitas empresas desde a década de 90, a inteligência em negócios está em constante atualização. Por isso, ela acompanha as novidades do mercado e os caminhos do setor.

Conheça algumas tendências para business intelligence e ações que podem ajudar o seu negócio a obter melhores resultados.

Processamento de linguagem natural

O PLN, ou processamento de linguagem natural, é uma subárea da inteligência artificial. Sua principal função é transformar bancos de dados virtuais em informações que possam ser interpretadas pelo ser humano, da mesma forma que tem como objetivo fazer com que computadores compreendam a linguagem humana em seu real sentido.

Multicloud

O processo de combinar duas ou mais opções de serviço em nuvem leva o nome de multicloud, opção que favorece a segurança, otimiza a estrutura e pode melhorar a disponibilidade da inteligência de negócios.

É uma aposta que garante que as valiosas informações compiladas em business inteligence não se percam e nem sejam colocadas em risco.

Governança de dados

A estrutura que permite o gerenciamento e a administração dos ativos de informação, que podem ser encarados como valiosos bens de uma empresa, leva o nome de governança de dados. Tem como premissa cumprir certos pontos de respeito às regras e normas relativas aos dados de uma empresa.

IoT

IoT (Internet of Things), ou Internet das Coisas, se aplica aos dispositivos digitais que coletam e compartilham dados pela internet. No conceito, pode ser incluído qualquer tipo de objeto que colete e transmita dados (desde um celular até um automóvel, um marcapasso ou mesmo um utensílio doméstico).

É uma maneira eficiente de avaliar padrões e compilar dados de pesquisa, consumo ou tendências de comportamento com o objetivo de melhorar experiências.

Segurança de dados

Tendo em vista que business intelligence está ligado a uma série de dados de alta relevância e importância para uma empresa, é determinante que eles estejam devidamente protegidos. Dados de uma organização, disponíveis em softwares como o ERP, devem ser encarados como um patrimônio, tendo em vista a sua importância para decisões empresariais.

Uma solução para diversos setores e departamentos

A inteligência de negócios gera resultados por meio da produção de informações e descoberta de dados importantes. É um conjunto de ferramentas que compila números que são transformados em importantes referências para a gestão empresarial.

Por ser uma solução que pode ser personalizável, traz resultados para os mais diversos setores de uma empresa.

O empreendedor ou o setor de RH que enfrenta dificuldades com o excesso de horas extras de seus colaboradores pode encontrar no BI uma maneira de entender o que leva ao trabalho acumulado além do horário padrão.

Assim como é uma abordagem que permite compreender de qual maneira atrasos, faltas, afastamentos etc, por exemplo, impactam o seu negócio.

Por outro lado, para aqueles que querem entender o que leva a variações em metas — algo que impacta diretamente nos resultados globais de um negócio —, com a inteligência em negócios, pode-se identificar parâmetros, que apontem em um espaço de tempo pré-determinado (seja mensal ou semanal) os índices de cancelamentos ou as aquisições de cada colaborador.

Motivos para investir em business intelligence

O investimento em BI permite o acompanhamento e a validação de informações relativas a estoque, turnos de trabalho, performance e projeções de vendas, custos operacionais, precificação, negociações realizadas e também em andamento.

O cruzamento de dados faz com que seja possível avaliar possibilidades de expansão, redução de custos etc, o que permite transformar números em informações palpáveis, e estatísticas brutas em pilares para conversão e melhorias em gestão.

É possível perceber o business intelligence em sua totalidade como uma ferramenta que contribui para aprimoramentos em toda a organização, assim como pode ser separado em setores específicos, de acordo com as demandas inerentes de cada área.

Nova call to action

Comentários

  1. […] a análise com machine learning, mas você pode usá-los para inúmeros outras possibilidades como business intelligence e visualização de dados, por […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *