Gestão da qualidade na indústria 4.0: o que vai mudar?

Para manter a competitividade no cenário industrial, as empresas precisam se alinhar às mudanças tecnológicas, principalmente na era da indústria 4.0.

As diversas revoluções ocorridas na história sempre tiveram um grande impacto no desenvolvimento da sociedade. Desde a máquina a vapor até a automação, tudo isso vem provocando alterações. E os negócios devem se adaptar a essa realidade.

Dessa forma, a sociedade experimenta uma grande transformação, com aplicativos colaborativos, Internet das Coisas, manufatura inteligente, realidade aumentada etc.

Para que tudo isso seja totalmente efetivo, é fundamental que haja uma gestão da qualidade na indústria 4.0, a fim de acelerar o desenvolvimento industrial e para que as empresas possam entregar bons produtos e serviços para os consumidores.

Pensando nisso, preparamos este post para que você saiba como a indústria 4.0 pode mudar a gestão de qualidade industrial. Confira agora!

Qual é a importância da coleta e do processamento de dados?

Para que uma indústria se torne uma fábrica inteligente e que atenda às expectativas da Quarta Revolução Industrial, é preciso que haja uma atualização da plataforma de suas operações de Supply Chain e de Quality Management. Ou seja, os investimentos no setor tecnológico devem incluir a modernização de todos os equipamentos existentes e implementar soluções capazes de otimizar o nível corporativo do negócio.

Isso fará com que você tenha sistemas de gestão de qualidade e profissionais que atendam às exigências da nova era, beneficiando, dessa forma, tudo que envolve o processamento e a coleta de dados.

Assim, para que a gestão da qualidade na indústria 4.0 seja eficiente, é preciso contar com um grande volume de dados que estarão disponíveis para a sua equipe em tempo real, e em diversas plataformas simultaneamente. Essas informações devem ser utilizadas para permitir uma tomada de decisão rápida e situacional, gerando qualidade e melhorando todos os processos da companhia.

As empresas que se adaptarem e adotarem um sistema de gerenciamento de qualidade podem aproveitar novos tipos de informações, como os dados de sinais de equipamentos de fabricação e produtos conectados, combinados com novas análises que resultam no aprendizado das máquinas.

Como a indústria 4.0 pode mudar a gestão de qualidade?

No geral, o avanço da tecnologia apresenta o objetivo de tornar o dia a dia das empresas e das pessoas mais eficientes. No que diz respeito à gestão da qualidade na indústria 4.0, é preciso deixar claro que essa evolução busca evitar erros e gargalos na produção, os quais prejudicam a rentabilidade e competitividade de qualquer negócio. Confira agora alguns de seus benefícios.

Maior qualidade dos produtos

A utilização da Indústria 4.0 voltada aos processos industriais permite maior qualidade dos itens. Afinal, quanto maior o controle sobre determinada operação, melhor será a eficácia da cadeia produtiva e, por conseguinte, da mercadoria que chega ao cliente.

Assim, veja que o monitoramento e o uso de dados atuais fazem com que os gestores visualizem os problemas em seus processos e, dessa forma, façam o planejamento de correção de modo eficiente. Isso promove uma administração industrial mais simplificada e otimiza o controle de produção.

Melhoria da produtividade na indústria

Prevenir é a melhor solução para não haver nenhum problema em uma empresa. Com a Quarta Revolução Industrial, existe uma otimização na gestão das falhas do processo produtivo. Isso faz com que os gestores se antecipem ao ocorrido, evitando perdas nas próximas etapas.

A administração automática de toda a cadeia de suprimentos promove maior visibilidade ao negócio, permitindo que as suas operações se alinhem e se integrem aos setores industriais, a fim de que não ocorra quebra no estoque e descumprimento do contrato com seus consumidores.

Diminuição de custos

Citar a tecnologia é dialogar sobre economia. Afinal, um dos objetivos de se aplicar recursos tecnológicos ao contexto empresarial é eliminar desperdícios e custos que consomem grande parte do capital de uma organização.

Com métodos como manutenção preventiva e corretiva e maior confiabilidade aos sistemas utilizados, certamente haverá uma diminuição de problemas no decorrer dos processos. Consequentemente, haverá maior controle das perdas e quedas nos custos de produção.

Otimização na tomada de decisões

Com a gestão da qualidade na Indústria 4.0, há a viabilidade de se instalar sensores por todo o setor produtivo. Isso fornece um controle importante para o gestor, permitindo que ele capte dados necessários sobre a quantidade dos itens produzidos, informações sobre reposição de matéria-prima e o volume de mercadorias com problemas, por exemplo.

Tudo isso torna a tomada de decisão muito mais rápida e eficaz, pois, com dados reais e atualizados sobre a produção industrial, é bem mais fácil planejar e colocar em prática estratégias eficientes.

Controle de qualidade no futuro: como vai funcionar efetivamente?

Em relação ao controle de qualidade no futuro, a indústria 4.0 vai provocar grandes mudanças no mercado como um todo. Haverá novos modelos de negócios, já que, a cada dia, a exigência está maior. Além disso, as empresas já buscam integrar aos produtos às necessidades e às preferências específicas dos consumidores.

A customização prévia de um item tende a ser uma opção preferencial no processo de manufatura, mas as fábricas inteligentes serão capazes de promover a personalização de cada cliente, adaptando os produtos fabricados às suas peculiaridades.

Outra questão que será englobada pela Quarta Revolução Industrial é a pesquisa e o desenvolvimento na área de TI. A segurança, a confiabilidade da produção e a interação entre máquinas serão pontos cruciais para o desenvolvimento das indústrias. A tecnologia possibilitará uma progressão contínua para tornar viável a adaptação de negócios ao novo padrão de mercado.

Os profissionais também devem se adaptar à nova realidade, pois as fábricas inteligentes exigirão novas demandas de conhecimento. As atividades manuais e repetitivas já estão sendo substituídas pela automatização e, com a indústria 4.0, isso tende a aumentar.

Por conseguinte, o setor de pesquisa vai oferecer boas oportunidades para pessoas capacitadas, que tenham formação multidisciplinar e que compreendam a variedade tecnológica que faz parte dessa nova era.

Como acompanhar essas mudanças?

O ponto principal é o investimento em tecnologia. Manter uma gestão da qualidade na indústria 4.0 exige esforços e, em um mundo cada vez mais globalizado, é muito importante compreender como otimizar os processos pelos meios tecnológicos.

Quem não se adaptar a isso está fadado ao fracasso, pois o mercado é competitivo. Por isso, acompanhar os acontecimentos que estão por vir faz parte do desenvolvimento eficiente de qualquer empresa.

Falando especificamente em gestão de qualidade, investir em métodos que auxiliem a melhorar os resultados, diminuir o tempo de tomadas de decisão, resolver problemas o quanto antes é a melhor forma de prosperar nessa nova era. Um software de gestão (ERP), por exemplo, é uma obrigação para qualquer empresa que deseja estar à frente nesse novo cenário.

Enfim, o investimento é a chave para alcançar o sucesso. A gestão da qualidade na indústria 4.0 pode promover ótimos resultados para a empresa. Também é preciso que haja uma participação ativa dos profissionais envolvidos e que ocorra um bom planejamento para a melhoria da qualidade dos produtos e serviços desenvolvidos. Aumentar a satisfação dos consumidores é um excelente objetivo nessa nova etapa industrial.

Gostou deste post? Então, que tal saber agora como conseguir o certificado ISO 9001:2015 para a gestão de qualidade da sua empresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *