Automatização de processos: por que se tornou essencial para o mercado?

Equipe TOTVS | GESTÃO DE NEGÓCIOS | 11 outubro, 2018

O tempo está passando, e de forma diferente para homens e máquinas. Se considerarmos a indústria 4.0, isso é ótimo. Com a conexão entre as máquinas e a automatização de processos, a eficiência produtiva nunca foi tão grande.

A indústria 4.0 cria uma rede inteligente em toda a cadeia de valor capaz de controlar a produção de forma autônoma, seja atendendo às modificações demandadas, seja prevendo falhas, propondo ações preventivas e de correção para o seu sistema.

Qual é o resultado dessa revolução para o negócio? Mais tempo. E a amplitude estratégica e econômica que proporciona.

Entenda com este post por que a automatização de processos pode trazer melhores resultados para o seu negócio, os seus principais benefícios e os caminhos para a sua implantação.

A automação de processos como um fator de sobrevivência no mercado

Quando falamos de automatização de processos, ressaltar a economia de tempo como um de seus benefícios é conceitual, quase filosófico para o mundo corporativo.

Na dinâmica do mercado atual, a verdade é que, automatizar processos do negócio podem ser realizados mais rápido, com menos incidência ou, até mesmo, a exclusão de falhas e por um custo menor. E isso é muito mais expressivo.

Inserir robôs nos processos, de fabricação ou administrativos, garante que uma empresa mantenha a sua competitividade e possa, paralelamente, utilizar o seu tempo e as suas finanças economizadas para determinar estratégias de consolidação e expansão.

O ERP e o processo de automação de tarefas

O processo de incorporação de robôs e demais tecnologias de automação nas rotinas da empresa é irreversível e muito vantajoso. No entanto, também traz novos desafios para a gestão.

Um deles é a escolha de um ERP que comporte a conectividade que tais tecnologias demandam, além, é claro, de ser uma fonte de dados confiável, organizada e rica para o sucesso da automatização.

É preciso considerar ainda, as principais contribuições de um ERP para a empresa, sendo elas:

  • integração de setores por meio de um ambiente único para o gerenciamento de processos que os conectam;
  • compartilhamento dinâmico de informações entre setores que garante otimização dos processos e a possibilidade de que tal interação proporcione novas ideias e soluções inovadoras;
  • fácil acesso e utilização em tempo real de relatórios e dados no ERP;
  • automatização de parte ou a integralidade de processos críticos.

Considerando esse último aspecto, a adoção de um ERP já é, por si só, uma estratégia para automatização de processos.

Todavia, para que ele seja ainda mais relevante, é preciso focar no aumento de seu uso em toda a organização e também em integrações e outras automações que podem contribuir para a otimização dos processos.

Os ganhos em termos de custos e produtividade

Processos otimizados e automáticos reduzem os investimentos feitos em recursos humanos alocados exclusivamente em registros de dados e procedimentos de baixa complexidade.

Custos colaterais, como despesas trabalhistas por desligamento de pessoal, recrutamento para reposição e treinamento, por consequência, também são reduzidos.

Fluig Learning - Procurando Uma Ferramenta Para Capacitar e Treinar Seu Time?

Com robôs de IA executando as tarefas com regras determinadas, a incidência de erros e falhas são consideravelmente reduzidas.

Chatbots, por exemplo, são utilizados para gerenciar o atendimento de clientes e podem processar as suas solicitações com exatidão, e 24 horas por dia.

Dessa forma, a empresa ganha tanto com a produtividade dos serviços, como também com a redução de despesas com retrabalho e correção de falhas.

A produtividade também está diretamente ligada ao ganho de tempo nos processos, e não por coincidência foi o ponto central da introdução deste post.

À medida que todo o processo operacional e grande parte dos administrativos podem resolver as suas demandas por conta própria, como uma máquina que aponta com antecedência a sua necessidade de manutenção preventiva, o tempo útil de equipamentos e recursos humanos podem ser mais bem aproveitados para gerar mais resultados.

Os dados gerados e analisados pela IA também oferecem perspectiva e tendências muito mais claras, para que os gestores do negócio possam planejar o rumo da empresa.

4 automações que a sua empresa deve fazer hoje

Todo e qualquer processo que possa ser automatizado deve ser convertido o quanto antes, com o propósito de que os seus ganhos sejam assimilados no negócio.

Entre eles, podemos citar:

1. Análise e concessão de crédito

Com base em regras estabelecidas para análise de clientes, sistemas automatizados podem aumentar ou diminuir limites de créditos concedidos.

Os algoritmos analisados pela Inteligência Artificial (IA) dos robôs podem, rapidamente, avaliar os critérios que pontuam positivamente a comportamento do consumidor, seja as suas performances em indicadores específicos, seja o seu histórico de relacionamento.

2. Processos financeiros

No ERP, o processamento da maioria dos pagamentos e registros podem ser automatizados, e, na ausência de algum dado crucial para a quitação de um boleto, o sistema pode requisitar a inclusão.

Nos demais casos em que existir a necessidade da intervenção humana, os apontamentos que estiverem impedindo a conclusão do processo também poderão ser sinalizados para otimizarem a análise e resolução externa.

3. Mapeamento de pontos de economia

O volume de faturas que uma empresa processa pode ser grande e, muitas vezes, a possibilidade de descontos por antecipação e outros benefícios financeiros podem passar despercebidos.

Com robôs gerenciando tais processos, é possível fazer um mapeamento de tais possibilidades, bem como oferecer uma análise de seu impacto nas finanças do negócio.

E tudo isso em tempo hábil para que a tomada de decisão seja feita de acordo com o prazo estabelecido no boleto.

4. Utilização de Robotic Process Automation (RPA)

A cadeia de valor produtiva e nos processos administrativos são contínuas. Quanto mais automatizadas, melhores são os ganhos de agilidade e precisão, e menores são os custos do processo.

Isso permite que corpo diretivo e funcionários se dediquem quase que exclusivamente aos planejamentos e às articulações mais complexas e ainda usufruam dos dados gerados pela Inteligência Artificial que coordena a automatização para tomar decisões mais acertadas.

A automatização de processos permite que a empresa atue em seu mercado com um modelo de negócio eficiente e enxuto, pronta para garantir o seu rápido posicionamento perante as variações externas e as demandas dos clientes.

Além disso, como dito anteriormente, é um processo irreversível. Então, acompanhá-lo e usufruir de seus benefícios em conjunto é, além de lucrativo, também um meio de aprendizado e constante adaptação para o que o futuro reserva.

Sua empresa está, verdadeiramente, acompanhando essa revolução? Gostaria de saber como um ERP inteligente pode automatizar os processos do seu negócio e torná-lo ainda mais competitivo? Converse agora com os consultores da TOTVS e saiba mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *