Gestão de Documentos: como fazer utilizando tecnologia?

Já percebeu como tudo fica mais fácil quando há organização envolvida? É por isso que a gestão de documentos é tão importante no dia a dia de uma empresa. Uma boa gestão de documentos e organização dos arquivos de uma empresa, sejam eles físicos ou virtuais, pode contribuir para o sucesso da sua operação, especialmente …

Equipe TOTVS | 09 junho, 2021

Já percebeu como tudo fica mais fácil quando há organização envolvida? É por isso que a gestão de documentos é tão importante no dia a dia de uma empresa.

Uma boa gestão de documentos e organização dos arquivos de uma empresa, sejam eles físicos ou virtuais, pode contribuir para o sucesso da sua operação, especialmente em um mundo onde cada vez mais se produz conteúdo.

Aliás, segundo o estudo “A Universe of Opportunities and Challenges”, da consultoria EMC, até 2020, o universo digital alcançará 40 trilhões de gigabytes.

A expectativa é de que ele dobre a cada dois anos até essa data.

É correto afirmar, portanto, que a gestão de documentos é um dos processos mais importantes em uma companhia.

Afinal, ele auxilia praticamente todas as atividades, como a confirmação de dados perante órgãos governamentais, a tomada de decisões com base em relatórios gerenciais e planejamento orçamentário, por exemplo.

Se você quer entender melhor como o processo de gestão de arquivos é tão importante para os negócios, continue a leitura e descubra!

O que é a gestão de documentos?

A gestão de documentos trata-se de um conjunto de boas práticas, políticas e medidas que visam organizar a documentação empresarial, seja ela física ou digital. 

É uma metodologia que impacta não apenas na sua administração, mas no registro, na manutenção, no acesso e no uso dos documentos.

O processo de gerenciamento de documentos consiste no controle dos arquivos de uma empresa, correspondentes a:

  • Contratos e acordos empresariais;
  • Notas fiscais, recibos e comprovantes de operações financeiras;
  • Relatórios contábeis e gerenciais;
  • Registros cadastrais de consumidores;
  • Guias de recolhimento de tributos,
  • Cópias de documentos trabalhistas de colaboradores.

Documentos virtuais também precisam ser armazenados, e lidar com esse volume de informações é um desafio para as organizações.

Lidar com essa complexidade é uma missão dos profissionais por trás da gestão de documentos.

Outro ponto que vale ressaltar é que, em si, a gestão de documentos não se trata especificamente de um software ou tecnologia. O termo, como você já aprendeu, corresponde a um conjunto de medidas e políticas para organização documental. Mas é claro, utilizar um sistema para fazer o processo torna tudo mais ágil. 

Para aplicar isso, o mercado e as empresas especialistas no tema criaram sistemas dedicados.

Um exemplo é o sistema gerenciador de documentos, que ajuda a desenvolver procedimentos seguros de arquivamento, armazenamento e conservação adequados.

Como é feita a gestão de documentos?

Uma boa notícia para quem busca entender a gestão de documentos é que não existe uma única forma de aplicá-la em seu negócio.

Os documentos compõem uma parte importante do dia a dia de uma empresa. Servem tanto como registro interno de trocas, relações, negociações e decisões, como comprovantes legais de cada ação tomada pela sua organização ou pelos seus parceiros comerciais.

São, portanto, ativos fundamentais à estrutura organizacional da empresa — e, mais importante, existem em grande volume.

Não importa o tamanho da empresa, qualquer processo ou tomada de de ação é precedido e sucedido por uma grande quantidade de documentação.

Neles, há tanto informações burocráticas e de pouco valor, como dados qualificados que devem estar sempre disponíveis para os profissionais e para os múltiplos setores do negócio.

Gerenciar os documentos, de modo que fiquem organizados e sejam de fácil acesso, é uma maneira de mitigar riscos e melhorar a produtividade interna.

Mas, e na prática, como funciona esse processo?

Nesse caso, vai depender dos sistemas e ferramentas que sua empresa utiliza.

Isso significa que tanto um sistema de fichamento dos documentos físicos em seu arquivo pode ser considerado uma ação de gestão de documentos.

Assim como a implementação de um sistema tecnológico, que promova a Gestão Eletrônica de Documentos ou, ainda melhor, o ECM — Enterprise Content Management, que já tem conteúdo completo aqui no blog!

Em geral, a gestão de documentos se preocupa com detalhes como:

  • Padronizar nomes e categorias de documentos;
  • Organizar e-mails, anexos e documentos digitais;
  • Arquivar documentos e analisar o que pode ser excluído do banco de dados;
  • Encontrar formas de armazenamento seguras, como a computação em nuvem;
  • Organizar a documentação física — e concentrar esforços em sua digitalização;
  • Criar mecânicas de pesquisa simplificadas para facilitar a busca por documentos;

Ou seja, de maneira estratégica, resolver problemas relacionados à administração documental corporativa — utilizando de diferentes ferramentas para isso.

Nova call to action

Qual é a importância da gestão de documentos dentro das organizações?

A organização e controle de documentos é importante para atividades que envolvam consultas e informações dentro das empresas.

Tomar decisões baseadas em dados é de extrema relevância, e para entender melhor esse ponto, veja alguns exemplos de eventos e rotinas que podem ser otimizados:

  • Com fornecedores de longa data, é indicado analisar os contratos, avaliando se os valores batem com os serviços e insumos recebidos;
  • No histórico de compras de um cliente, é importante checar dados cadastrais, interações anteriores e quais produtos ou serviços costuma adquirir, personalizando o atendimento;
  • Em fiscalizações, é essencial ter acesso fácil a todos os documentos contábeis e gerenciais, com notas fiscais, declarações e recibos de tributos, evitando multas e suspensão de atividades;
  • Em processos jurídicos, o sumiço de documentos pode causar problemas na justiça. Manter uma base de arquivos organizada é fundamental, com os itens de valor jurídico facilmente localizáveis,
  • A consulta de pesquisas e resultados de ações anteriores ajudam a definir estratégias e abordagens eficazes para novas campanhas.

Ou seja, a interação com documentos é algo que ocupa o dia a dia dos profissionais de todas as empresas, independente da área de atuação.

Nesse sentido, a gestão de documentos surge como metodologia para colocar ordem nessa interação: organizando-os, protegendo-os e facilitando o acesso a eles.

No entanto, claro, a importância da gestão documental vai além desses fatores, pois é uma metodologia que serve de base para implementação de novas ferramentas na empresa.

Naturalmente, a digitalização faz parte desse movimento.

É importante digitalizar o maior número possível de documentos para melhorar sua administração, gerando diminuição de custos e de espaço físico para armazenamento.

Nesse caso, é indicado adotar o sistema para o GED — Gerenciamento Eletrônico de Documentos.

Quais são as vantagens das empresas investirem na gestão de documentos?

A gestão de documentos pode ocupar um papel de extrema importância na estratégia de crescimento de uma organização. Suas vantagens vão muito além da organização documental.

Abaixo, destrinchamos alguns dos principais benefícios de investir em gestão de documentos, veja só:

Agiliza a tomada de decisões

É comum que o processo de tomada de decisões dentro da empresa dependa não apenas da vontade do gestor ou responsável, mas de documentos que apoiem esse processo.

Ou seja, relatórios, projeções, contratos.

Informações ricas que possam embasar uma mudança ou atualização no direcionamento de um processo ou mesmo que sejam cruciais para fechar um novo negócio.

A gestão de documentos permite que a empresa antecipe-se a esse tipo de problema, impactando positivamente na tomada de decisões.

Aumenta a produtividade

Com a gestão de documentos, seus profissionais não perdem tempo precioso de trabalho apenas para buscar documentos — tanto nos arquivos físicos como nas pastas descentralizadas localizadas nos computadores da corporação — e conseguem focar a operação no lado mais estratégico, o que se reflete em um fluxo de trabalho bem mais produtivo.

Com um bom sistema de organização, inclusive apoiado por um software de gestão, é possível facilitar o processo e reduzir o tempo de busca!

Inclusive, de acordo com levantamento da IDC, os profissionais não conseguem encontrar as informações em quase metade (46%) das pesquisas que fazem.

A gestão de documentos permite a otimização dessa interação, potencializando a produtividade.

Padronização dos processos

Um dos princípios da gestão de documentos é a padronização.

Sem igualar recursos e estabelecer processos únicos, fica impossível para qualquer setor evoluir.

Na gestão de documentos, você vai padronizar a nomenclatura de documentos, bem como suas categorias e sua localização (física e, especialmente, digital). 

Desse modo, tanto o armazenamento como o acesso se tornam mais simples.

Redução de custos

Já pensou quanto dinheiro você gasta para manter a papelada do seu escritório? Falamos de mão de obra, manutenção, espaço físico, limpeza… Tudo!

A gestão de documentos prega um olhar mais moderno para a questão, substituindo o armazenamento físico pelo digital — mas não simplesmente colocando os arquivos em pastas.

Pelo contrário, é uma metodologia que busca centralizar a gestão, de modo que os documentos se encontrem em pastas na nuvem, o que contribui para uma maior segurança da integridade dos seus dados.

Assim, qualquer um (se permitido), de qualquer lugar e a partir de qualquer dispositivo pode acessar!

Economia do espaço físico 

Como falamos anteriormente, a gestão de documentos busca otimizar ao máximo o uso do espaço físico.

Com isso, estimula que a empresa adote a digitalização de documentos como um processo de transformação digital padrão.

Segurança e confidencialidade

Documentos físicos normalmente são organizados em gavetas de arquivamento, sem muitas precauções relacionadas à segurança da informação.

É a receita para perder informações importantes em questão de pouco tempo, seja por extravio, desastres e acidentes.

A gestão de documentos, especialmente realizada com auxílio de um sistema especializado, promove total segurança e confidencialidade.

O primeiro fator acontece através da utilização da tecnologia de computação em nuvem.

Com ela, você armazena documentos em bancos de dados que não estão atrelados fisicamente a um hardware.

Desse modo, se alguma instabilidade ocorrer, todos os arquivos estarão a salvo e com seus backups periódicos guardados no sistema.

Já a confidencialidade é uma característica do uso de um sistema de gestão.

Através da hierarquização de acessos, os gestores podem definir quem pode ou não ver, compartilhar e modificar documentos!

6 Dicas de boas práticas na gestão de documentos

A gestão de documentos e arquivos traz grande autonomia e diversas facilidades para as rotinas das empresas, mas pode ser ainda mais potencializada com a aplicação de metodologias que vêm para somar a esses processos. Veja a seguir!

Estabeleça uma classificação para os documentos

Para facilitar as buscas de documentos, desenvolva um padrão de identificação para eles.

Quando o volume de materiais cresce, é necessário ir além da estruturação por ordem alfabética.

Você pode criar siglas para designar os setores aos quais os arquivos pertencem, utilizar sistemas de abreviação e datas, por exemplo.

Faça uma política de uso e acesso 

Sua estrutura organizacional é composta por cargos e responsabilidades, certo? O mesmo deve se aplicar à administração de documentos.

Por isso, antes de implementar um sistema, fundamente sua própria política de uso e acesso aos arquivos.

Lembre-se: é essencial contar com sistemas de segurança para proteger os seus documentos, especialmente dados de colaboradores e consumidores.

Dessa forma, você aumenta a proteção desses materiais e evita riscos de vazamentos, que podem comprometer a reputação da empresa.

Crie uma rotina de digitalização 

Nenhuma empresa é 100% digital — ao menos, nem todos os seus documentos são nativamente digitais.

Há certa carga de papelada e burocracia que ainda se acumula na mesa do gestor, do RH e de praticamente todos os setores da empresa.

Para mudar esse cenário, uma das boas práticas de gestão de documentos é, justamente, definir uma rotina de digitalização.

Desse modo, você protege os documentos em um formato digital e, caso necessite guardar sua versão física, contará com uma virtual que pode servir para emergências.

Além disso, vale a pena mencionar o descarte.

A organização e gestão de documentos precisa incluir o processo de descarte, para evitar o acúmulo de arquivos, tanto no mundo físico quanto no meio virtual.

É fundamental manter somente o que for útil para o negócio.

Todavia, tenha cuidado na hora de excluir materiais, verificando prazos mínimos de armazenagem, especialmente para documentos fiscais.

Faça backups regularmente  

O backup é um recurso que cria uma cópia de um arquivo digital, duplicando-o e armazenando em um segundo local — distinto do primeiro.

É uma forma de proteger os documentos, dados e informações, garantindo que eles não sejam perdidos — independente do tipo de acidente ou desastre que ocorra com os arquivos da empresa.

Estabeleça uma padronização  

Já falamos algumas vezes sobre a importância da padronização na gestão de documentos.

É um dos pilares da metodologia, que visa justamente tornar mais simples e rápida a interação com documentos e arquivos de toda sorte.

Por isso, ao estabelecer uma estratégia de gestão de documentos, não se esqueça de definir uma padronização para organizar os arquivos de maneira eficiente.

Invista em tecnologia 

Consolidar sua estratégia de gestão de documentos apenas faz sentido, hoje em dia, se a tecnologia estiver envolvida.

Um sistema de gestão de documentos pode facilitar a implementação de todas essas boas práticas acima, trazendo maior agilidade para os seus processos!

Sistema de Gestão de Documentos: Como é a ferramenta?

O sistema de gestão de documentos é um software que permite a automação completa do seu armazenamento de arquivos.

Trata-se de uma tecnologia de GED — Gerenciamento Eletrônico de Documentos.

Com isso, você tem acesso a uma interface interativa, simplificada e ágil que permite organizar, manter e disponibilizar todos os documentos da sua instituição.

Assim, de maneira segura e totalmente on-line, você centraliza a documentação da empresa em um único lugar.

Quais são as principais funcionalidades de um sistema de gestão de documentos?

O sistema de gestão de documentos representa um passo além para as empresas, verdadeiramente revolucionando sua forma de lidar com a documentação.

Além de facilitar o controle das informações de todo setor, é possível buscar dados com extrema facilidade.

Assim, sua equipe conta com mais agilidade para manter um dia a dia de trabalho mais produtivo.

Outro benefício do sistema de gestão de documentos é que ele pode ser integrado com um escâner.

Desse modo, você otimiza a digitalização de documentos e todas as etapas de organização em seu ambiente virtual.

Na sua empresa, é comum receber informações via e-mail, que depois são coladas em uma planilha e só então armazenadas?

Um sistema de gestão de documentos, seus colaboradores podem lançar as informações diretamente na ferramenta.

Por se tratar de uma tecnologia de ponta, ela relaciona e integra as informações com os clientes já existentes em sua base de dados.

Assim, erros de digitação ou verificação são praticamente mitigados, enquanto você contabiliza pagamentos, lança Notas Fiscais e realiza cálculos com maior precisão!

Por que investir em um sistema de gestão de documentos?

Você sabia que o sistema de gestão de documentos pode contribuir de várias formas para o seu negócio?

Sua utilização pode ser suficiente para reduzir a taxa de erros humanos, o que melhora a produtividade e também o controle de qualidade da empresa!

Que tal entender outras vantagens da tecnologia? Veja só:

Organização  

Documentos organizados e guardados de forma estruturada, com identificações que seguem padrões, são encontrados mais facilmente.

Isso evita a perda de horas em busca de arquivos que demandam muita energia, chegando a tomar até dias de trabalho dos colaboradores.

Armazenamento 

Arquivos digitalizados dispensam a necessidade de arquivos físicos. Dessa forma, a área desocupada poderá ser usada da maneira que a empresa preferir.

A economia com manutenção, limpeza e conservação de documentos também entra nessa conta.

Devido ao espaço reduzido ou cada vez mais caro, muitas organizações criam arquivos fora de suas sedes, alugando ou adquirindo instalações, piorando a acessibilidade.

Em um sistema virtual, isso não é preciso, sendo até possível contar com um serviço na nuvem, evitando a aquisição de servidores.

Segurança de dados

Uma boa gestão de documentos digitais possibilita um controle maior sobre os acessos.

Isso pode ser feito por meio dos dados de quem consultou cada arquivo, com dia e hora do ocorrido.

Em um sistema virtual, como o ERP, isso pode ser registrado automaticamente, permitindo verificar se houve alterações, inclusões ou exclusões no conteúdo dos arquivos consultados.

Uma solução de gerenciamento de documentos também permite especificar os requisitos e níveis de acesso permitidos para diferentes conjuntos de documentos.

Esse sistema pode ser feito com base em:

  • Criticidade dos dados;
  • Urgência de acesso às informações;
  • Relevância das informações nos arquivos;
  • Cargos e funções que podem acessar os diferentes grupos de arquivos.

Compartilhamento 

Pode não parecer, mas um sistema que capacite o compartilhamento de documentos ajuda demais no dia a dia da empresa.

Isso porque tira a atenção dos funcionários de seus e-mails e permite um fluxo de trabalho mais centrado no objetivo.

Outro fator do compartilhamento é que documentos digitais podem ser acessados e, muitas vezes, editados por duas ou mais partes.

Assim, mesmo em tempos de home office, é possível desenvolver um ótimo trabalho em equipe!

Redução de falhas 

O sistema de gestão pode reduzir falhas de várias formas.

A primeira é que, nele, você pode encontrar a versão mais recente do documento. Ou seja, ao desenvolver um projeto, estará sempre consultando a lista de peças mais atualizada, sem riscos de se basear em informações erradas.

O que avaliar ao escolher um sistema de gestão de documentos para sua empresa?

Neste ponto, ficou claro que uma das principais dores dos negócios é a gestão de documentos, certo? 

Felizmente, o conteúdo também mostrou uma solução: o sistema de gestão de documentos!

Agora, como encontrar e escolher uma ferramenta do tipo para o seu negócio? Separamos algumas dicas para ajudar neste processo. Veja só:

Segurança

O sistema escolhido deve possuir mecanismos de hierarquização do acesso aos documentos.

Desse modo, sua empresa protege suas informações e pode confiá-las apenas aos usuários capacitados e qualificados para visualizá-las e alterá-las.

Integração com outros sistemas  

Você certamente não quer que o seu sistema de gestão de documentos seja um “lobo solitário” em seu ecossistema de soluções tecnológicas, certo?

Por isso, o fator integração deve ser um dos motivos por trás de seu investimento.

A capacidade do sistema de gestão em se integrar com suas demais ferramentas, compartilhar dados e potencializar a produtividade torna toda administração mais fácil.

Funcionalidades

O ideal é que o sistema escolhido possua um leque de funcionalidades completo, que atenda a todas as demandas da sua empresa.

Assim, você já começa a aproveitar os benefícios logo após a implementação, no dia 1!

Suporte

Por fim, lembre-se: o suporte técnico deve contemplar todas as necessidades dos seus colaboradores. Dúvidas e problemas sempre existem.

A questão é o quão rápida e eficientemente a fornecedora pode resolvê-las.

No caso do sistema de gestão de documentos, esse é um trabalho em conjunto, mas que depende totalmente do nível de atendimento oferecido.

Busque por parceiros que entendam esse tipo de demanda e disponibilizem especialistas 24 x 7, prontos para atender seu negócio.

GED da TOTVS

O GED da TOTVS é uma funcionalidade do TOTVS Fluig Plataforma ideal para modernizar a administração documental em sua empresa!

A funcionalidade é capaz de automatizar 100% do armazenamento de documentos do seu negócio e registrar todo o ciclo de vida do documento..

São diversos benefícios, como:

  • Acesso mobile;
  • Taxonomia e Folksonomia;
  • Recurso avançado de buscas;
  • Alçadas de aprovação de documentos;
  • Visualizador simplificado de documento;
  • Controle do ciclo de vida do documento.

Com o GED da TOTVS, você tem total controle das informações e pode contribuir para a realização de processos críticos do seu negócio.

Além disso, reduz a necessidade de espaço físico, aumenta a segurança e torna os processos mais colaborativos.

O GED da TOTVS é a funcionalidade especialista na gestão de documentos com o melhor custo-benefício do mercado. Quer saber mais? Então confira tudo sobre clicando aqui!

Nova call to action

Conclusão

Ao longo desse conteúdo, mostramos como a gestão de documentos eficiente mantém vivo todo o acervo produzido pela sua empresa.

Graças a ele, é possível controlar e compartilhar os documentos do negócio com todos os colaboradores.

A gestão de documentos eletrônicos permite que eles sejam consultados conforme critérios de acesso, nível de sigilo e importância para a realização da função de cada tarefa.

A integração e virtualização de documentos antigos com novos arquivos melhora a análise de dados pela empresa, cruzando informações para o desenvolvimento de estratégias e busca de oportunidades.

Agindo como centralizador e otimizador de processos, a gestão de documentos traz muitas vantagens para uma instituição, uma vez que melhora os processos de manuseio, o acesso a conteúdos e a tomada de decisão baseada em dados.

Se você se interessou pelos benefícios e vantagens que a gestão de documentos traz ao dia a dia das empresas, continue acompanhando o blog da TOTVS para conferir outros conteúdos sobre temas semelhantes.

Também não deixe de assinar a newsletter, que traz todas as novidades diretamente em seu e-mail!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários deste post

  1. Sr. Oliveira diz:

    Um ótimo artigo, bem esclarecedor. É sempre bom buscar fornecedores confiáveis antes de realizar o serviço, para que não haja surpresas com essa área tão delicada de uma empresa que é o arquivo. Documentos sigilosos jamais devem ser descartados no lixo comum, mesmo se rasgados ou triturados. Um abraço aos amigos!

  2. Alan Amorim diz:

    Olá, Oliveira. Bem observado, é sempre bom ter cuidado até mesmo com o descarte. Continue acompanhando o nosso blog. Obrigado pelo comentário!

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.