Como quitar dívidas da empresa: dicas para sair do vermelho

Equipe TOTVS | 08 novembro, 2021

Seja em períodos de crise ou fora deles, tudo o que é necessário para endividar sua organização é uma tomada de decisão. Hoje, entender como quitar dívidas da empresa é um diferencial estratégico de gestão, que pode salvar sua operação e direcioná-la para o crescimento.

Já está claro para todos, de empreendedores a investidores e economistas, que um dos segredos para o sucesso dos negócios é justamente a saúde financeira.

Porém, é de conhecimento popular que, tendo uma empresa que busca o crescimento, é quase impossível não criar dívidas.

A pergunta é: como quitá-las sem que tudo se torne uma enorme bola de neve?

É o que vamos responder neste conteúdo! Siga conosco e aprenda algumas dicas especiais sobre como quitar as dívidas da empresa!

Como quitar dívidas da empresa? Confira as dicas

É impossível traçar uma única direção e afirmar que esse é o caminho para quitar dívidas da empresa. Para cada caso, há uma orientação diferente, bem como uma série de ações e estratégias a serem tomadas. No entanto, as dicas permanecem as mesmas!

Você sabe como encontrar o caminho para aprender corretamente como quitar as dívidas da empresa?

A resposta definitiva para essa pergunta seria como ganhar na loteria. Bom, ao menos para uma parcela das organizações brasileiras.

Um estudo divulgado pelo Estadão no começo de 2021 revelou que a dívida bruta das empresas de capital aberto atingiu R$1,213 trilhão.

É claro, há vários aspectos além da simples inadimplência: a alta do dólar, a turbulência econômica, a pandemia… Mas lembre-se, esses são dados apenas das empresas listadas na Bolsa.

Para as pessoas jurídicas em geral, de acordo com dados do Serasa Experian publicados pela Agência Brasil, 51% das dívidas são pagas em até 60 dias após a empresa ter sido negativada.

Isso quer dizer que as dívidas de curto prazo tem preferência… Ainda assim, a pressa não resolve o problema: há dívidas de médio e longo prazo para quitar.

Portanto, como sua organização pode fugir das estatísticas que citamos acima? Para que isso seja possível, é preciso aprender como quitar as dívidas da empresa.

Separamos algumas dicas especiais que vão lhe mostrar o caminho, confira!

Saiba os dados da dívida

Antes de tomar qualquer ação, é essencial conhecer suas dívidas e as informações referentes a cada uma delas. Ou seja, é necessário consultar seu nome no mercado e verificar quais pendências estão sujando-o.

Existem algumas entidades que possibilitam essa conferência, como o próprio Serasa.

Normalmente, basta consultar pelo próprio CNPJ para ter conhecimento sobre as dívidas em aberto.

Além disso, você pode possuir dívidas com bancos e instituições financeiras onde solicitou linhas de crédito ou empréstimos.

Nesse processo, recomendamos que você faça uma varredura por seu CNPJ — de modo a garantir que não haja pendências frutos de golpes.

Afinal, é sempre bom garantir, certo?

Calcule (ou peça ao seu contador) a relação entre sua dívida total e suas receitas. Assim, você terá uma visão clara sobre o seu capital de giro — se há o suficiente para seguir operando normalmente enquanto foca nos pagamentos.

Faça um planejamento financeiro

Depois de saber quais são as suas dívidas, é hora de fazer um planejamento financeiro direcionando sua operação e suas contas para o seu objetivo principal.

Afinal, quais dívidas priorizar? Para quais delas vale a pena tentar negociar? Existem alternativas à mão para maximizar suas receitas?

São perguntas que você e seu time devem se fazer para aprender como quitar dívidas.

Um aspecto importante nessa etapa é entender a origem da sua dívida: porque a empresa não conseguiu honrar esse (ou esses) compromisso?

Observe com um olhar crítico: sua empresa está a caminho de assumir mais dívidas ou a dívida atual é resultado de despesas anteriores?

Essa resposta pode ser determinante para que você entenda como proceder e qual porcentagem das suas receitas dedicar para sanar os débitos.

Como quitar dívidas: organize a movimentação dos recursos

Após entender a base do problema, é hora de se virar para suas finanças e para o seu planejamento financeiro com um olhar mais crítico.

Os gastos, a partir de agora, devem ser responsáveis. Isso significa que você precisará organizar a movimentação de recursos — ou melhor, estruturar seu orçamento.

Uma dica é desenvolver o OBZ, o Orçamento Base Zero.

Essa estratégia não leva em conta a média das suas despesas dos últimos anos. Na verdade, leva em conta o orçamento individual de cada centro de custo da sua operação.

Ou seja, cada setor de negócio deve detalhar 100% dos seus gastos, partindo do zero. O orçamento para cada área, portanto, será o suficiente para cobri-los — chegando no break even point.

Desse modo, é mais fácil evitar gastos em excesso e controlar a lucratividade (que pode ser reaproveitada para quitar outras dívidas).

Diminua os gastos do negócio

A manutenção de sua operação depende de alguns custos e despesas fixas que você deve arcar, como folha de pagamento e o aluguel.

No entanto, também existem custos que você pode cortar — e é nesses que deve mirar.

Mas não se engane, normalmente eles não estão concentrados nas coisas grandes da sua empresa, mas muitas vezes nas pequenas.

Falamos de gastos com combustível, almoços de vendas, viagens desnecessárias, serviços que não se utiliza (seja inteiramente ou parcialmente) e mesmo ocasiões como happy hours custeados pela companhia.

Para saber como quitar dívida da empresa, é essencial entender que cortar custos é uma necessidade.

Se o seu negócio possui muitas dívidas oriundas de empréstimos, nossa dica é a seguinte:

  • Revise a taxa de juros do empréstimo.
  • Em seguida, atribua um ROI a cada despesa do negócio.
  • Então analise cada uma dessas despesas: o ROI oriundo é menor do que a taxa de juros anual do seu empréstimo? Se positivo, recomendamos eliminar ou ao menos reduzir essa despesa.

O objetivo dessa lógica é encontrar as despesas necessárias e desnecessárias.

Negocie com os credores

Além de diminuir seus próprios gastos, uma missão que você terá que enfrentar é negociar com os credores. Você sabe quais táticas utilizar? Temos algumas dicas, confira:

Tente consolidar os empréstimos

Dependendo da situação do credor, é possível que ele esteja inclinado a consolidar os pagamentos dos empréstimos, esticando o prazo de forma que você possa encaixar confortavelmente em seu orçamento.

Tente reduzir as taxas de juros

É evidente que essa tática não se trata de simplesmente pedir para o credor reduzir as taxas aplicadas.

Porém, se a sua empresa já apresenta melhoras financeiras, bem como está cumprindo com os pagamentos mensais, um pedido do tipo pode ser melhor avaliado.

Entre em programas de quitação de dívidas

Existem instituições com programas próprios para devedores. Para entrar neles, é necessário passar por uma aprovação, que normalmente envolve a entrega de alguns documentos e comprovantes da situação financeira.

Porém, caso a empresa consiga, poderá aproveitar de prazos maiores e menores taxas de juros.

Priorize a renegociação das dívidas que mais impactam o negócio

Você já percebeu, ao aprender como quitar dívidas da empresa, que esse é um processo baseado em definir prioridades? Organização é a palavra-chave!

Nesse caso, o processo de renegociação que mencionamos acima tem papel fundamental. É claro, você deve procurar melhores condições de pagamentos para todas as suas dívidas.

No entanto, é fundamental priorizar a renegociação das dívidas que mais impactam seu capital de giro.

São elas que ocasionam o maior “baque” no seu fluxo de caixa, podendo limitar a continuidade da sua operação.

Como saber quais as principais? Bom, normalmente, elas possuem dois fatores: o alto valor e o curto prazo.

Analise a possibilidade de portabilidade de dívidas

A portabilidade das dívidas é uma medida que, em vários casos, pode ser muito eficaz na redução dos seus débitos em aberto.

Sua empresa pode transferir uma dívida para uma instituição financeira que confie e que ofereça uma contraproposta de melhores condições, por exemplo.

Basta solicitar as informações da dívida em aberto no banco de origem e compartilhá-la com outra instituição disposta a assumi-la.

Como quitar dívidas: soluções tecnológicas para empresas acertarem suas contas

Agora que explicamos a parte prática sobre como quitar dívidas da empresa, é hora de entender o papel da tecnologia nesse processo. Você sabia que existem soluções que podem ajudar sua empresa a limpar seu nome?

Além do sistema de gestão e controle financeiro, o ERP, que funciona como uma base para aplicação, monitoramento e ajuste do seu planejamento, você pode contar com outros softwares integrados.

Quer saber quais? A gente te dá algumas dicas, confira!

Antecipação de recebíveis

A antecipação de recebíveis é a prática de adiantar  valores de pagamentos futuros que sua empresa tem a receber.

Normalmente, são valores relacionados à vendas já fechadas em parcelas, a prazo, duplicatas ou cheques.

Esse é um processo completamente legal e, de certa forma, até popular entre várias empresas.

Afinal, falamos de valores que a empresa já iria receber de qualquer forma — e apenas solicita o adiantamento.

É uma boa maneira de injetar capital no seu caixa, possibilitando, entre outras coisas, a quitação de dívidas.

Como fazer a antecipação? É aqui que a questão tecnológica entra em campo.

Você pode agilizar todo processo (que envolve uma comunicação, normalmente burocrática, com sua instituição bancária) com um sistema dedicado.

Isso porque você conta com uma plataforma unificada — que pode ser integrada ao seu ERP — com melhores taxas e mais agilidade no recebimento do adiantamento.

Mais prazo

Você se lembra que mencionamos que a renegociação é uma peça importante sobre como quitar dívidas da empresa? 

Saiba que existem tecnologias capazes de facilitar esse processo, possibilitando tanto o parcelamento como a prorrogação do pagamento de suas dívidas com fornecedores — contando ainda com condições especiais.

Esse tipo de solução de crédito é ideal para empresas em processo de reestruturação financeira, que precisam se manter em dia com as contas — mas que também contam com a renegociação das mesmas.

Crédito para empresas

Pense por um momento o seguinte: se a sua empresa possui dificuldades em lidar com as dívidas, imagine as outras — até mesmo seus clientes B2B e fornecedores?

Por isso, contar com um sistema que facilite a obtenção de crédito para seus clientes B2B, pode ser um grande diferencial e uma excelente carta na manga.

Como? Você encontra no mercado sistemas capazes de oferecer uma linha de crédito adicional, bem como melhores prazos, para que eles realizem os pagamentos.

Dessa forma, você gera mais oportunidades e pode alavancar seus resultados de vendas, contribuindo para aumentar sua carteira de clientes e evitando a inadimplência dos mesmos.

TOTVS Techfin

Você já conhece a TOTVS Techfin? O braço financeiro da TOTVS, vem para ampliar, simplificar e baratear o acesso da sua empresa a serviços financeiros. Trata-se de uma empresa de tecnologia e dados que oferece muito mais que serviços financeiros convencionais, são personalizados e mais competitivos!

Além de melhores soluções de pagamentos, a TOTVS Techfin possui diversas tecnologias desenvolvidas pensadas para auxiliar a jornada da sua empresa.

Planeje seus negócios com mais tranquilidade com o TOTVS Mais Prazo, sem burocracia e organizada em poucos cliques. Além disso, prorrogue ou parcele pagamentos de boletos de seus fornecedores.

E com o TOTVS Mais Negócios, você conta com uma tecnologia de crédito B2B, ou seja, vende mais para seus clientes, impulsionando suas oportunidades ao oferecer crédito.

Já que falamos sobre antecipação de recebíveis, que tal conhecer o TOTVS Antecipa? A tecnologia oferece recursos completos para contratar, acessar e gerenciar os recebíveis passíveis de antecipação e salvar o fluxo de caixa da sua empresa.

Mas, se você procura simplificar a gestão de empréstimo consignado da sua empresa, deve conhecer o TOTVS Consignado que facilita a contratação do benefício pelos colaboradores e automatiza processos do RH.

TOTVS Consignado

Gostou da TOTVS Techfin? Então não deixe de clicar e conhecer mais sobre seus diferenciais e benefícios!

Como quitar dívidas: conclusão

Ao longo deste conteúdo, explicamos como quitar dívidas da empresa, com dicas atualizadas que podem ajudar seu negócio a se recuperar financeiramente.

Além de um bom planejamento e boas táticas de renegociação, lembre-se do papel da tecnologia nesse processo.

Soluções como o TOTVS Antecipa e todas as outras tecnologias do braço financeiro da TOTVS, podem auxiliar sua empresa a obter melhores condições, sem complicar seu fluxo de caixa!

E já que falamos sobre isso, que tal aprofundar seus conhecimentos nos serviços financeiros para empresas? Confira nosso artigo!

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.