Saúde Financeira da Empresa: dicas para cuidar do seu negócio

Equipe TOTVS | 17 setembro, 2021

Você sabe como avaliar a saúde financeira da empresa? A principal ação a ser tomada é analisar a situação dos indicadores financeiros do seu negócio. Desse modo, é possível ter uma visão ampla do que está acontecendo.

Mas afinal, o que significa ter uma boa saúde financeira da empresa?

Para muitos, trata-se de conseguir pagar sua folha de pagamento, contas e demais despesas mensais.

Mas existem diferentes níveis que indicam de maneira confiável se a empresa está com uma boa saúde financeira?

Bom, que tal se aprofundar no assunto para descobrir? Nesse conteúdo, mergulhamos no conceito de saúde financeira da empresa.

Queremos te mostrar o que é, qual a importância, quais indicadores e como cuidar da saúde financeira do seu negócio.

Faça parte dessa jornada de aprendizado conosco, siga a leitura!

O que é a saúde financeira da empresa?

Na teoria, a saúde financeira da empresa indica sua capacidade de arcar com custos e despesas de curto e de longo prazo. Uma organização financeiramente saudável terá dinheiro para honrar seus compromissos necessários quando quiser, sejam eles imediatos ou daqui a 12 meses.

Seja no curto ou no longo prazo, podemos afirmar que uma empresa com boa saúde financeira terá liquidez suficiente para garantir a saída de caixa sempre que houver necessidade.

Isso também quer dizer que a empresa tem controle completo sobre seu capital.

Ou seja, é uma organização com previsibilidade de arcar com as despesas, bem como planejar investimentos.

Qual a importância de uma boa saúde financeira da empresa?

A saúde financeira da empresa tem enorme importância em várias situações, não apenas como instrumento de análise das condições de um negócio.

Por exemplo, a saúde financeira do seu negócio sempre será avaliada por bancos e instituições financeiras na hora de requisitar empréstimos ou linhas de crédito.

Para aprovar essas solicitações, o banco não apenas olha para o seu faturamento ou número de vendas.

É necessário entender a saúde financeira da empresa, tanto como entidade única, como em comparação com as médias da sua indústria.

Aliás, em relação a esse ponto, vale destacar outro fator no qual a saúde financeira tem peso:

Para investidores que podem querer investir em sua empresa, comprando cotas ou ações

Através da análise de indicadores financeiros, é possível medir o desempenho da empresa.

Eles permitem que os investidores saibam se a empresa representa uma boa oportunidade de investimento — com grande capitalização e/ou potencial de crescimento.

Além disso, a análise de saúde financeira da empresa serve como exercício de mercado.

Quando comparado a concorrentes do mesmo mercado, é possível prever algumas tendências e até mesmo possíveis falências.

Saúde financeira da empresa: aspectos de avaliação

Ao avaliar a saúde financeira da empresa, vale entender que não existe uma métrica única capaz de esclarecer a situação do caixa do negócio. É preciso realizar uma análise aprofundada, com base em múltiplos indicadores.

Está querendo avaliar qual a saúde financeira do seu negócio? Então recomendamos que você considere as métricas abaixo — ou, ao menos, tantas quanto possível.

Vamos lá? Confira!

Ticket médio

Um dos grandes motivos por trás dos bons (ou maus) resultados de uma organização é o ticket médio. Ou seja, quanto cada um de seu cliente representa em relação ao faturamento do negócio.

Trata-se de uma métrica muito útil para entender se a estratégia e o planejamento financeiro do negócio estão no caminho certo.

Isso é: se o ticket médio for baixo, quer dizer que muito provavelmente você tem um problema para atingir o break-even point (ponto de equilíbrio contábil) da operação, o que significa que é possível que opere no vermelho.

Prazos de recebimento

Outra forma de avaliar a saúde financeira de um negócio é através dos prazos de recebimentos das contas. Afinal, uma coisa é terminar dezembro com um faturamento alto por conta de 1 única venda considerável, mas seu pagamento ser realizado a prazo.

Essa é, na verdade, uma avaliação feita justamente no controle de caixa.

Após o planejamento de entradas e saídas, é preciso avaliar se os seus recebimentos de pagamentos por vendas efetuadas (ou outras operações capitalizadas) serão o bastante para cobrir seus gastos previstos.

Dívidas

É quase impossível manter uma operação considerável, que saia do espectro de pequeno negócio, sem que algumas dívidas sejam geradas.

Empréstimos e linhas de crédito, portanto, são coisas comuns no dia a dia do empreendedor.

Acontece que o endividamento da companhia não pode ser exacerbado. Desse modo, todo faturamento é destinado a cobrir os passivos, sem que a empresa lucre e possa fechar o mês no azul.

Além disso, o endividamento exagerado obviamente leva a empresa à falência, já que é difícil expandir o negócio sem ter a capacidade de investir.

É por isso que antes de qualquer movimentação em busca de capital para sua empresa, é essencial realizar uma análise aprofundada.

Uma solução muito menos onerosa, como a antecipação de recebíveis, pode ser uma boa alternativa!

Lucros

A lucratividade é uma das maneiras mais rápidas e fáceis de compreender, de forma mais ampla (mas não completa, lembre-se), se a saúde financeira de um negócio é boa ou não.

Basicamente, se a empresa é lucrativa, é um forte indício para acreditar que sua empresa é financeiramente saudável!

Digamos que o negócio de Paulo esteja com um faturamento mensal recorde, batendo a casa de R$ 600 mil todo mês.

No entanto, ele está pagando R$ 650 mil todos os meses para cobrir despesas gerais, folha de pagamento e outros custos de negócios.

Na prática, a empresa de Paulo está perdendo dinheiro!

Por isso, a avaliação imediata é de que não é saudável financeiramente.

Embora as outras métricas ajudem a fornecer uma visão abrangente da saúde financeira da empresa, a lucratividade costuma ser o indicador determinante das perspectivas futuras de uma organização.

Simplificando, se você está perdendo dinheiro em cada venda, então é hora de algumas avaliações financeiras sérias, cortar algumas despesas e melhorar o controle financeiro do seu negócio.

Nova call to action

Dicas para cuidar da saúde financeira da empresa

E agora que você já conhece um pouco mais da teoria por trás da saúde financeira da empresa, que tal aprender como cuidar dela na prática? A seguir, reunimos algumas dicas preciosas para o seu negócio, confira:

Tenha um Fundo de emergência

Se é difícil ser financeiramente saudável, saiba que você não está sozinho. De acordo com um estudo da Amazon, cerca de metade dos pequenos negócios tem reserva de caixa para apenas um mês de operação.

Existe um certo consenso de que os empreendedores devem construir um fundo de emergência que cubra de três meses a um ano de despesas.

Para evitar que sua empresa fique em apuros, independente do caso, é essencial construir um fundo de emergência.

Esse capital pode ser crucial para ajudar seu negócio a passar por períodos de volatilidade na demanda e de receita.

Por exemplo, organizações que possuíam um fundo de emergência quando a pandemia tomou conta do mundo, com certeza conseguiram segurar suas contas por muito mais tempo que as outras.

Agora, como criar um fundo de emergência? De várias formas! Nossa dica é buscar o auxílio de um contador para ajudar nessa questão.

Você pode utilizar uma parte dos lucros como reserva de emergência, bem como realizar investimentos.

Mas veja bem, nem tudo se trata de cenários ruins:

Um fundo de emergência pode dar a você a chance de investir em uma oportunidade de crescimento ou contratar mais funcionários rapidamente.

Faça o planejamento financeiro

Já que falamos de desastres e cenários de crise, lembre-se que estar preparado para todas as situações é essencial.

Muito além de um fundo de emergência, você precisa de um ótimo planejamento financeiro.

Isso garante que sua empresa esteja preparada para enfrentar diferentes cenários financeiros, com planos traçados para a empresa ser mais agressiva no mercado (realizando mais investimentos) ou mais cautelosa (segurando suas despesas).

Além do planejamento financeiro, você precisa cuidar do orçamento, pois é a base de um plano financeiro sólido.

Uma boa gestão de orçamento pode ajudá-lo a controlar o dinheiro disponível, as despesas, as receitas necessárias para o crescimento da companhia e como anda o cumprimento dos seus objetivos comerciais.

Além disso, pode ajudar a descobrir custos desnecessários, minimizando assim os riscos para o seu negócio, especialmente a fuga de caixa.

Invista em produtos mais rentáveis

Ao analisar sua saúde financeira, você será capaz de observar quais os produtos mais relevantes para o faturamento do seu negócio e quais os menos.

Uma das dicas para quem quer melhorar a saúde financeira do negócio é investir naqueles produtos com melhor rentabilidade.

Isso porque são os que melhor geram retornos para o seu negócio e possuem maior potencial de lucratividade.

Assim, você consegue priorizar a produção de soluções que rendem mais para a empresa e pode maximizar as margens de lucro.

Organize todos os gastos e despesas

A melhor maneira de fazer sua empresa permanecer financeiramente saudável é garantir que ela seja gerenciada de acordo com seus números, incluindo receitas, custos operacionais, folha de pagamento, despesas gerais, etc.

É preciso registrar entradas, controlar saídas, conferir indicadores, cumprir as obrigações financeiras e mesmo utilizar um painel financeiro que permita ampla visibilidade sobre a situação do negócio.

Enfim, é necessário realmente se esforçar no ato de organizar sua gestão e controlar as finanças da empresa.

Defina os Indicadores financeiros

Existem incontáveis indicadores financeiros que você pode calcular para identificar se sua empresa é financeiramente saudável. Identificar cada um seria quase impossível, ao menos para um só conteúdo.

Então, para facilitar, separamos os 5 principais indicadoras que você pode analisar, veja só:

  • Índice Rápido (ou Índice de Teste Ácido/Quick Ratio): O objetivo de calcular este índice é checar se a empresa tem dinheiro suficiente, ativos e dívidas baixas para operar sem que tenha problemas financeiros.
  • Índices de dívida e patrimônio líquido: Esse indicador determina como sua empresa está financiando seu crescimento.
  • Índice de Liquidez Corrente: Este indicador é um dos mais comuns. É utilizado basicamente para determinar a capacidade de uma empresa de pagar seus passivos de curto prazo.
  • DSO ou Days Sales Outstanding: Já este indicador é um pouco mais específico, sem uma tradução específica para o português. Podemos chamá-la de “Dias de Vendas Pendentes”. Basicamente, trata-se da quantidade média de dias que a organização leva para receber uma venda. Ou seja, o quão bem sua empresa converte seus recebíveis em dinheiro. Uma empresa com um bom DSO pode ser considerada financeiramente saudável.
  • DIO ou Days Inventory Outstanding: Semelhante ao indicador acima, o DIO ou, traduzindo, Dias de Inventário Pendente. Basicamente, serve para calcular o número médio de dias que uma empresa mantém estoque antes de vendê-lo.

Como a tecnologia pode ajudar a manter a saúde financeira da empresa?

E agora, no dia a dia, como você pode melhorar a saúde financeira do seu negócio? Bom, nós temos uma indicação: use a tecnologia em favor do seu negócio!

Entre seus vários benefícios, você pode:

  • Automatizar várias tarefas, preenchendo dados financeiros em notas fiscais ou atualizar dados de estoque, bem como administrar folhas de pagamento.
  • Ter em mãos as informações certas, pois sem a necessidade de cadernos ou planilhas descentralizadas, você cria uma única fonte de verdade para o seu negócio, unificando os dados.
  • Controlar seu fluxo de caixa, com total visualização de entradas e saídas, bem como a possibilidades de fazer mudanças em tempo real no planejamento.

A tecnologia aumenta sua visibilidade sobre o negócio e sua situação financeira, permitindo que o empreendedor tenha maior previsibilidade sobre suas ações, melhorando a tomada de decisões.

TOTVS Techfin

Conte com os serviços financeiros da TOTVS Techfin para complementar o planejamento e melhorar a saúde financeira do seu negócio!

Com a TOTVS Techfin, o braço financeiro da TOTVS, você associa tecnologia e dados para ter acesso a diferentes serviços  (de crédito, passando por pagamentos até serviços variados), para simplificar a gestão financeira do seu negócio.

Com as tecnologias do nosso portfólio, você pode: Antecipar recebíveis

Com o TOTVS Antecipa, você conta com uma plataforma 100% digital que simplifica e desburocratiza o processo de antecipação de recebíveis.

Faça toda solicitação de recebíveis e gestão de carteira com o TOTVS Antecipa!

Crédito para a empresa

Com as soluções de crédito da TOTVS Techfin,  você tem acesso a tecnologias personalizadas que facilitam o acesso a crédito, tudo de acordo com sua saúde financeira e seu perfil de negócio. Conheça um pouco mais!

Prazos maiores para pagamentos de boletos

Com o TOTVS Mais Prazo, você pode liberar capital de giro por meio do prorrogamento ou parcelamento de boletos de seus fornecedores. Tudo digital e sem burocracias. Confira o TOTVS Mais Prazo!

Conclusão 

E aí, gostou de aprender mais sobre como manter a saúde financeira da empresa? Esse é um indicador amplo, composto de vários indicadores-chave, e essencial para entender a situação do seu negócio.

Ao longo deste conteúdo, te explicamos tudo sobre o conceito, a importância de medir a saúde financeira e ainda compartilhamos algumas dicas para melhorar as condições do seu negócio.

Lembre-se que é essencial contar com auxílio da tecnologia, especialmente se a sua empresa precisa de soluções inteligentes para gestão e também para facilitar o acesso a crédito.

Para tudo isso, você já sabe: conte com os produtos de gestão da TOTVS e as soluções de serviços financeiros da TOTVS Techfin!

Antes de finalizar, que tal assinar nossa newsletter e receber outros artigos como esse direto em seu e-mail? Basta preencher o formulário no topo dessa mesma página!

Nova call to action

Artigos Relacionados

Deixe aqui seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Usamos cookies para fornecer os recursos e serviços oferecidos em nosso site para melhorar a experência do usuário. Ao continuar navegando neste site, você concorda com o uso destes cookies. Leia nossa Política de Cookies para saber mais.